A primeira semifinal do Festival da Canção terminou e conhecemos as músicas que passarão à final. Das oito composições a concurso, apenas quatro canções foram escolhidas. Viva La Diva, Salvador Sobral, Fernando Daniel e Deolina Kinzimba deram voz às letras que irão competir na final de 5 de março.

O resultado foi a soma da vontade do júri e da opinião dos telespectadores da RTP1. Os irmãos Sobral receberam os doze pontos do júri. Salvador Sobral, que interpretou a composição de Luísa Sobral, foi o preferido do painel de jurados. O coletivo Viva La Diva conquistou o público em casa com a gloriosa atuação de Nova Glória, composição de Nuno Gonçalves.

A semifinal quis aliar o passado com o futuro. As homenagens à história do concurso foram várias: desde o genérico às várias montagens que recordaram as melodias de outros tempos. O guarda-roupa pareceu igualmente ser uma vénia à moda de antigamente mas pesou sobre os intérpretes, com uma carga de estilo antiquado.

O ontem esteve de mão dada com o presente: com os nomes mais promissores da música contemporânea portuguesa a pisaram um palco com tecnologia atual, que contribuiu para criar uma atmosfera de Eurovisão em miniatura.

Músicas vencedoras:

Viva La Diva (Compositor: Nuno Gonçalves)

Fernando Daniel (Compositor: Nuno Feist)

Salvador Sobral (Compositor: Luísa Sobral)

Deolinda Kinzimba (Compositor: Rita Redshoes)

Músicas derrotadas:

Márcia (Compositora: Márcia)

Golden Slumbers (Compositor: Samuel Úria)

Rui Drumond (Compositor: Héber Marques)

Lisa Garden (Compositor: Siraiva)

A segunda semifinal do certame está marcada para 26 de fevereiro e lembramos os intérpretes que irão disputar um lugar na final. Os melhores classificados irão competir a 5 de março por um bilhete para Kiev, como representante português no palco eurovisivo.