O que fazem Reese Witherspoon, Nicole Kidman e Shailene Woodley juntas? As três atrizes habituadas ao grande ecrã mudam-se para o pequeno para protagonizarem Big Little Lies, a nova minissérie da HBO que vem descortinar segredos e desmascarar a falsidade de uma parentalidade não tão perfeita como aparenta ser. Por cá a série vai ser transmitida no canal TVSéries. O Espalha-Factos já viu o primeiro episódio e há mistério, muito mistério.

Big Little Lies é uma adaptação do romance de Liane Moriarty para o pequeno ecrã, uma minissérie de sete episódios com realização a cargo de Jean-Marc Valiée, e produção executiva de Witherspoon e Kidman.

À moda literária, a série começa pelo fim com um evento que termina de forma trágica: a morte de alguém. O enigma começa exatamente aí, mas esta nova série da HBO é um polvo com demasiados tentáculos para conseguirmos perceber à primeira o que está em causa. Relações familiares, romances mal resolvidos, segredos enterrados que tiram o sono a muita gente, competição parental, inveja e muitas, mas muitas aparências.

A relação entre mães e filhos é um ponto fulcral em Big Little Lies, não girasse a série em torno da competitividade parental e das invejas que com ela nascem. Nem tudo se baseia na premissa “o meu filho é melhor que o teu”, mas qualquer ocasião é uma oportunidade para mostrar que se é melhor mãe que a vizinha do lado.

Monterey, no sul da Califórnia, EUA, é o epicentro de Big Little Lies. Uma localidade onde desfilam os papás e mamãs de classe alta, onde a competição e a inveja tomam o lugar da normalidade e da pacatez de uma cidade junto à praia.

Madeline Mackenzie (Reese Witherspoon) é mãe, na mais pura aceção da palavra. É mãe a tempo inteiro, um conceito já de certa forma “desatualizado” – se me permitem o uso da palavra –, mas para camuflar essa perceção, e talvez para se convencer a si mesma que contribui para a comunidade, participa na organização de eventos do teatro da cidade.

Celeste Wright (Nicole Kidman) já foi uma advogada conceituada, agora é mãe no mundo encantado de Monterey e dedica-se aos gémeos que teve com o marido, uns anos mais novo e cobiçado por outras mulheres. A sua relação roça a utopia amorosa e rapidamente o quadro de família perfeita se desfaz ao longo do primeiro episódio.

A novata na cidade é Jane Chapman (Shailene Woodley), uma jovem mãe que larga tudo para se mudar para Monterey. O porquê? É segredo, tal como tudo o resto nesta série, mas há uma certeza: a chegada de Jane vai afetar Madeline e Celeste e a estabilidade daquela não tão pacífica localidade.

Onde ficam as crianças no meio disto tudo? Ficam naquele limbo que serve de pretexto para mais um desfile de aparências e rivalidades entre pais e mães. Contudo, o papel dos filhos nesta série tornar-se-á mais importante do que aquilo que parece, porque já sabemos que os pais fazem qualquer coisa (mesmo qualquer coisa) para defender os seus rebentos.

Big Little Lies vai desmontar as vidas (aparentemente) perfeitas dos habitantes de Monterey. A morte de alguém que é desde logo anunciada leva o primeiro episódio a intercalar cenas da investigação – que está a ser tratada como um homicídio – e acontecimentos passados do dia-a-dia daqueles pais e mães. Os interrogatórios que a polícia leva a cabo ajudam a perceber que o trio principal se relaciona com a vítima de alguma forma – falta saber qual.

A estreia mundial é já no dia 19 de fevereiro e, por terras lusas, podes acompanhar o episódio no canal TVSéries na madrugada de dia 20, às 2h. A exibição dos restantes episódios passa para o horário nobre às segundas-feiras, às 22h45.