Ryan Murphy inspirou-se nas últimas eleições norte-americanas para a narrativa da próxima temporada de American Horror Story. O prolífico produtor esteve presente no programa Watch What Happens Live e revelou que a sétima temporada da antologia do canal FX irá abordar a eleição de 8 de novembro, na qual Donald Trump venceu a ex-secretária de estado Hillary Clinton.

Ainda não tenho um título, mas a temporada vai ser sobre a eleição”, disse Murphy. “Por isso acho que vai ser interessante para muita gente.Andy Cohen pressionou o criador sobre a possibilidade de existir uma personagem inspirada no atual presidente dos Estados Unidos da América, mas Murphy foi reservado. “Talvez”, respondeu.

Lembra: ‘American Horror Story’ terá mais duas temporadas

Recordamos que, em janeiro, American Horror Story foi renovada até à nona temporada. Os veteranos Sarah Paulson e Evan Peters irão regressar nesta próxima narrativa. As gravações, como o criador anunciou, arrancarão em junho.

Contrariamente àquilo que aconteceu na temporada anterior, o tema da sétima temporada é conhecido com bastante antecedência. O secretismo que envolveu a história de Roanoke manteve os fãs às escuras até à estreia do primeiro episódio.

Murphy tem-se mantido bastante ocupado no FX. Com Horror Story, o criador atualmente é responsável por três antologias no canal. American Crime Story, que na primeira temporada se focou no caso de O.J. Simpson, irá incidir sobre o desastre do furacão Katrina na próxima edição. A produção deve começar no outono, segundo o The Hollywood Reporter. Feud é a terceira antologia, e é aquela que Murphy tem estado a promover.

Feud, que estreia a 5 de março, incidirá sobre a rivalidade entre as lendárias atrizes Joan Crawford e Bette Davis. Jessica Lange irá interpretar Crawford e Susan Sarandon será Davis. Do elenco fará também parte Stanley Tucci e Sarah Paulson e Catherine Zeta-Jones serão presenças recorrentes.