Com a chegada da Mobile World Congress (MWC) 2017, a feira tecnológica de eleição para apresentar novos telemóveis, a HMD Global estará a planear o lançamento de três dispositivos novos e um especial em homenagem ao clássico Nokia 3310.

Quem o afirma é uma fonte do @evleaksEvan Blass criou uma conta de Twitter anónima em 2012 onde mostrava informação sobre smartphones, semanas ou meses antes do lançamento. A fonte tornou-se reputada pela precisão dos leaks que depois se verificavam sempre verdadeiros. Atualmente a trabalhar para a Venture Beat, anunciou as próximas novidades da HMD Global que detém a marca Nokia.

6, 5, 3 foi a conta que a Nokia fez

Nokia 6 é o já conhecido smartphone que assinala o regresso da marca. Só disponível na China, é esperado que o lançamento na Europa seja anunciado na MWC, no final do mês.

RELEMBRA: NOKIA 6: PRIMEIRO SMARTPHONE COM ANDROID OFICIALMENTE ANUNCIADO

Com um ecrã full HD de 5,5 polegadas e processador Snapdragon 430 apoiados por 4GB de memória RAM, o 6 não se enquadra no contexto de topo-de-gama atual. No entanto, o sucesso no mercado chinês  levou a faltas de stock e confusões com a estratégia de mercado de flash sales. O Nokia 6 deverá custar cerca de 249 euros.

Além do 6, a HMD Global lançará o Nokia 5 e o Nokia 3. Os novos dispositivos serão de gama inferior e também se espera que funcionem com Android 7.0 Nougat. O terá o mesmo processador, mas com metade da memória RAM (2GB), assim como um ecrã 720p e um sensor fotográfico de 12 megapíxeis. Serão precisos 199 euros para adquirir o telemóvel.

Já o 3 será o equipamento mais barato, com um preço que rondará os 149 euros. As especificações do Nokia 3 não foram avançadas pelas fugas de informação.

Homenagem ao clássico Nokia 3310

O regresso da marca finlandesa à Europa deverá ser ainda marcado por uma homenagem ao clássico 3310. O feature phone lançado em 2000 foi o telemóvel mais vendido do ano (com 126 milhões de unidades vendidas).

Conhecido por dar a fama de “indestrutível” aos telemóveis da Nokia, o novo equipamento em sua homenagem deverá custar cerca de 59 euros. A estratégia de mercado deverá passar pela tendência dos dumb phones que ajudam a combater a dependência das redes sociais, são mais baratos e têm uma bateria de maior duração.

A excitação de reintroduzir esta marca de confiança, conhecida e tão querida dos nossos clientes, ao público consumidor de smartphones é uma responsabilidade e ambição que todos na HMD partilham”, revelou Arto Nummela, CEO da empresa, em dezembro, aquando do anúncio do regresso da marca.

Foto: Venture Beat

O evento da Nokia está marcado para dia 26 de fevereiro, em Barcelona. Os leaks estão lançados por uma das mais reputadas fontes e os equipamentos abordam o tradicional mercado e os entusiastas por clássicos.