Os resultados consolidados (Live+7) de janeiro foram divulgados pela GfK/CAEM e o domínio das novelas da TVI é notório. Ouro Verde e A Única Mulher são as duas primeiras classificadas, ultrapassando o futebol quando contabilizadas as visualizações das gravações.

São os programas de ficção, nomeadamente os filmes e as novelas, os que mais são beneficiados pela contabilização do visionamento em diferido. Depois de A Única Mulher (+ 3,1 pontos percentuais de audiência média), é Titanic (+ 2,8 p.p.) o programa que mais espectadores ganha. Ouro Verde aumentou em 2,4 pontos percentuais o seu número de espectadores.

Nos totais mensais, é ainda de destacar a liderança da TVI, que somou 22,4% de share. A SIC manteve o segundo lugar com 17,5 e a RTP1 chegou aos 13%. Ainda nos canais abertos, a RTP3 (1,6% de share) ultrapassou a RTP2 (1,5%). A RTP Memória fechou o mês de janeiro com 1% de quota mensal.

O maior crescimento foi mesmo o da líder TVI, que supera a marca dos 22% pela primeira vez desde junho de 2016. Em sentido contrário esteve a SIC. Já não recuava abaixo dos 18% desde agosto.

Ao crescimento do canal de Queluz não será alheio o sucesso de Ouro Verde. A nova novela ainda só foi superada uma vez por Amor Maior, que desde o início deste ano perdeu a liderança dos programas mais vistos.

# Canal Share (%) Variação mensal (p.p.)
1 TVI 22,4 + 1,2
2 SIC 17,5 – 0,5
3 RTP1 13,0 – 0,2
4 CMTV 2,5 + 0,6
5 SIC Notícias 2,3 + 0,2
5 Hollywood 2,3 =
7 Panda 1,8 =
8 TVI24 1,8 + 0,2
9 Globo 1,7 + 0,2
10 RTP3 1,6 + 0,1
10 AXN 1,6 + 0,1
10 Fox 1,6 – 0,1
10 Disney Channel 1,6 – 0,3

Audiências mensais da responsabilidade da GfK/CAEM, de acordo com dados do software E-Telereport da Marktest. Dados de audiência consolidados (Live + 7 dias) referentes a janeiro de 2017.