Já vamos a metade da última temporada de Bones – em português, Ossos. Sim, faltam apenas seis episódios para o grande final! E o melhor desta semana é que desvendámos um pouco mais acerca do caso de Zach (Eric Millegan). O novo episódio, intitulado The Flaw in the Saw, estreou no canal FOX no dia 7 de fevereiro.

A vítima desta semana é Phyllis Paul, uma golfista que decidiu virar lenhadora profissional. Sim, aquele desporto em que as pessoas cortam árvores, atiram machadas e fazem competições de equilíbrio em cima de troncos. O povo americano é uma raça curiosa.

Phyllis namorava com outra rapariga e as duas faziam planos de se casar. Na vida profissional, contudo, as coisas não corriam assim tão bem. Todos os outros concorrentes detestavam Phyllis por ela ser tão boa no que fazia – à exceção de uma jovem de nome Helga, que a adorava e a considerava até parceira de desporto.Bones

Esta semana, é o estagiário Rodolfo (Ignacio Serricchio) quem está de volta e todos estamos gratos por ter um toque latino no laboratório. O seu regresso é também perfeito para Hodgins, já que a dupla se diverte vezes sem conta com serras elétricas de modo a “estudar a arma do crime”. Por esta altura já todos conhecemos Hodgins e sabemos que ele está disposto a inventar uma desculpa para todas as brincadeiras que quer fazer.

Por falar em Hodgins, este decide voltar a investigar o caso de Zach e confessa a Angela (Michaela Conlin) que o seu amigo nunca seria capaz de cometer um crime que originasse tanto sangue como o retratado nas fotografias do crime. Todos sabemos que Zach não é capaz de fazer mal a uma mosca mas isto não é suficiente para convencer o tribunal.

Enquanto isso, Booth (David Boreanaz) e Brennan (Emily Deschanel) discutem sobre como ensinar a sua filha a andar de bicicleta. Na opinião de Brennan, tudo no mundo é feito à base de cálculos matemáticas: jogar golfe, cortar uma árvore… e até andar de bicicleta. Booth, como seria de esperar, acha que Brennan está a tirar toda a diversão da situação.Bones

A lista de suspeitos no caso parece ser extensa, especialmente quando a vítima descobre que Phyllis andava a trair a sua namorada com Helga, planeando casar com esta muito em breve. O verdadeiro culpado, contudo, é o cozinheiro do campo de desporto, que roubou o anel de noivado de Phyllis para pagar uma dívida e a matou quando foi apanhado. O pior é que ele nem sequer mostra qualquer arrependimento.

Quando Hodgins confronta Cam (Tamara Taylor) acerca das suas descobertas relativas a Zach, esta mostra-se céptica e pensa que ele está a plantar provas de modo a defender o amigo. Eu adoro Cam do fundo do coração mas são momentos como estes que nos relembram que ela consegue, no fundo, assumir o papel de chefe quando assim é necessário.

Booth e Brennan decidem fechar o episódio ao entrar numa competição de equilíbrio num tronco e eu confesso que estava à espera que eles caíssem imediatamente para dentro de água, mas tal não foi o caso. Com apenas seis episódios em falta, o caso de Zach precisa de um final satisfatório e será pedir muito que Hodgins saia da cadeira de rodas de uma vez por todas?

NOTA: 8/10