A celebrar as suas 75 primaveras, José Cid vai presentear os fãs com dois espetáculos ao vivo do icónico 10000 anos depois entre Vénus e Marte, em Lisboa e no Porto.

Editado em 1978 pela editora Orfeu e contando com as colaborações do guitarrista Mike Sergeant e do baterista Ramon Galarza, o álbum de culto chegou inclusivamente a ser considerado um dos melhores de sempre dentro do rock progressivo e encontra-se extremamente valorizado entre colecionadores de vinis.

‘Reconhecido nos quatro cantos do Mundo’

Não sendo a primeira vez que a obra é reapresentada ao público português, José Cid sublinhou que esta é «reconhecida nos quatro cantos do Mundo». Além disso, o cantor referiu ainda e a vontade de regressar com a mesma aos palcos. Assim, 10000 anos depois entre Vénus e Marte será novamente apresentado na Aula Magna, a 1 de maio, e na sala Suggia da Casa da Música, a 6 de maio. Ambos os espetáculos terão início pelas 21h30.

De momento, José Cid não possui uma agenda de espetáculos preenchida e, por isso, estas datas para as regiões norte e sul são as únicas previstas para o futuro.

Os bilhetes para o concerto do artista português já se encontram disponíveis nos locais habituais, tendo um preço único de 20 euros para as duas datas.