Mais uma semana, mais um episódio desta décima segunda temporada de Bones- em português, Ossos. Embora o caso em si não tenha sido propriamente interessante, foi bom para arrumar certos assuntos em certas personagens. The Tutor in the Tussle estreou no canal FOX no dia 31 de janeiro.

A vítima desta semana é Austin Wilson, um jovem de vinte e poucos anos, excelente aluno e tutor num dos mais chiques estabelecimentos de ensino que alguma vez vi. Austin apresenta vários ferimentos nos seus restos mortais e o primeiro inquirido é o seu colega de quarto, já que ele vivia num lar de acolhimento.

A lista de suspeitos, contudo, vira-se rapidamente para os alunos a quem Austin dava explicações mas, mais do que isso, para os pais desses alunos. E quando eu digo pais, estou a falar propriamente das mães, porque quem viu o episódio deve ter reparado que Austin era um rapaz que facilmente agradava aos olhos de qualquer um.

As possibilidades parecem ser muitos: um aluno que pagava balúrdios pelas explicações e pouco parecia render; uma mãe que colocava a hipótese de trair o marido ao engatar Austin; uma colega da vítima que não gostava do seu método de trabalho; e a própria chefe de Austin, que descobriu que ele encorajava os seus alunos a fazer batota.

Enquanto isso, recebemos de volta o estagiário Fisher (Joel David Moore). Esta semana, ele faz sua missão criticar os livros que Brennan (Emily Deschanel) escreveu e claro que tal notícia não é bem recebida. Do outro lado do laboratório, também Cam (Tamara Taylor) tem dramas com Hodgins (T.J. Thyne) após este infetar acidentalmente o seu escritório com aranhas. Eu não a culpava se ela fizesse as malas naquele preciso momento.

O destaque vai, contudo, para Aubrey (John Boyd) que enfrenta finalmente cara a cara o seu pai! O homem admite que tem uma nova mulher e um novo filho e veio pedir ajuda a Aubrey para os sustentar. É preciso ter lata! Aubrey faz a coisa a certa e manda o pai de volta para a cadeia – visto ele ser um fugitivo. O homem nunca foi pai para ele e ainda tem o descaramento de fazer tal pedido?!

O culpado no caso de Austin acaba por ser um dos seus alunos, que admite que ele e a vítima tiveram uma discussão após Austin o ter chamado de “um simples cheque no final do mês”. Austin caiu das escadas e o jovem ainda disparou contra ele. Esta juventude de hoje em dia anda claramente com os nervos à flor da pele.

Brennan descobre que Fisher fora outrora um dos seus ávidos fãs e chegou até a escrever ficção baseada nos seus livros. Cam e Hodgins ficam num ambiente de guerra fria, embora eu espero que seja a última vez que vejo tais aranhas nesta série. Com apenas sete episódios até ao grande final da série, as coisas parecem estar a arrumar-se aos poucos. Só falta trazerem de novo Zack (Eric Millegan) e todos poderemos dormir descansados.

NOTA: 7/10