Catarina Costa é formada em Biologia, mas desde 2012 que sonha acordada pela blogosfera. Daydreams é o seu espaço de partilhas cúmplices e imagens inspiradoras.

Nascida e criada em Lisboa, Catarina é, como se costuma dizer, uma alfacinha de gema. Para além disso afirma-se uma “biológica convicta e, talvez por acréscimo, uma cat lover”. Eterna inconformada, nunca pára quieta. O último ano começou no Japão e, pelo caminho, consolidou alguns dos projetos a que se tem dedicado. Como o Bloggers Camp, em parceria com a Ana Garcês e a sua homónima Catarina Alves de Sousa, que nasceu como um encontro anual para se tornar uma plataforma com publicações, workshops e muitos outros serviços.

“Foi um mês e meio duro para conseguirmos pôr tudo a andar, mas foi uma experiência maravilhosa e que já vai ter, este ano, a sua terceira edição!” – sobre o Bloggers Camps

Na verdade, a aventura na blogosfera começou muito antes, em 2012, quando percebeu que gostava de escrever mais do que apenas artigos científicos. Não sentia ter qualquer liberdade de expressão e queria muito falar sobre outros interesses, como viagens, beleza ou apenas momentos da sua vida. Foi assim que nasceu o Everything About K, agora o atual Daydreams, nas suas palavras “um espaço muito mais bonito” e verdadeiramente a sua cara.

Catarina deseja que o seu blogue seja percecionado como uma fonte de inspiração, porque acredita piamente que o bom da vida é o que nos faz sonhar acordados: a perspetiva de uma nova viagem, uma receita que nos faz salivar ou um projeto que queremos mesmo muito pôr em prática.

“É essa visualização do que poderá ser quando metemos mãos à obra, ou os pés ao caminho, que dá o mote.” – sobre o significado de Daydreams

Conta, a propósito da sua pós-graduação em Marketing Digital, que foi o facto do blogue ter permitido que experimentasse algo fora do laboratório, que gerisse de certa forma uma marca, que é o seu espaço e o seu nome, que a levou a perceber que o que faz, quase inconscientemente, se pode tornar uma profissão. “O facto de haver muito poucas opções de emprego real na minha área fez com que me tivesse lançado nesta nova aventura, mesmo depois de ter dito que estava farta de estudar”, acrescenta. Por enquanto, está a conseguir equilibrar tudo.

É fácil de perceber que gosta muito de aprender. Porque não hesita em dizer que o seu blogue podia ser só de viagens, uma vez que tem sede de descobrir os costumes de outros países, perceber como é que as pessoas vivem o seu dia-a-dia, ouvir outras línguas e ver paisagens tão diferentes das nossas.

“É muito inspirador, mas ao mesmo tempo desafiante porque o teu mundo ‘normal’ não é nada próximo daquilo.” – confessa.

Por outro lado, conta que as publicações que os seus leitores mais gostam de ler, tendo em conta o feedback que recebe, são aqueles em que partilha algo pessoal: desde viagens a receitas, há mais entusiasmo quando partilha as suas peripécias ou a história por detrás do acontecimento. Sente que há mais empatia, que comentam mais e que às vezes até ajudam a solucionar problemas.

Das suas publicações mais lidas de sempre faz parte a série de partilhas que fez em 2016 por causa do seu casamento. Tratam-se de dicas para futuros noivos, desde a criação de convites e escolha de espaço e fotógrafos até ao vestido de noiva, através da partilha da sua própria experiência.

Fotografia por momentocativo.com

As fotografias vestida de noiva fazem inveja a qualquer um. Mas admite não ser acérrima seguidora de tendências e preferir conjuntos minimalistas, cheios de tons neutros, que considera sempre elegantes. É isso que pretende para si, para o seu guarda-roupa e maquilhagem.

“Adoro aquele ar effortlessly chic, em que parece que nos arranjámos em cinco minutos, mas na verdade não podíamos estar mais perfeitas?”

Ainda assim, não gosta de ser demasiado literal, razão porque abomina os “pijamas de cetim que de repente resolveram sair à rua.” Prefere calças de ganga com a bainha desfiada e costuma usá-las sempre curtas, a bater no tornozelo.

Para o futuro, tem muitos projetos, nenhum deles a ver com moda. Já decidiu que vai finalmente tirar a carta de carro, aprender japonês e viajar mais, para fora e cá dentro. Acredita que o melhor ainda está para vir e que isto de ser blogger tem sobretudo permitido conhecer pessoas fascinantes. Na sua página de Facebook, conta com quase 3 mil seguidores.