A revista de Cristina Ferreira chega ao fim após dois anos nas bancas. A notícia foi confirmada pela empresa editora de Cristina, em comunicado. A última edição vai ser publicada no dia 6 de fevereiro.

“A revista Cristina nasceu fruto de uma parceria entre a apresentadora Cristina Ferreira e a Masemba. Ambas as partes decidiram, de mútuo acordo, terminar a parceria, a partir de março deste ano”, confirmou o comunicado da editora da publicação.

No entanto, Nuno Santiago, presidente executivo da Masemba, não garante o fim da revista. “A parceria acabou, mas não sei se a revista vai mesmo acabar”, disse ao ECOMesmo assim, o responsável não acredita que “a revista Cristina passe a ser feita noutra editora”.

“O maior sucesso editorial em Portugal nos últimos dois anos”

A continuidade da parceria era avaliada no final de cada ano. A revista foi rentável desde a primeira publicação. Cristina foi “o maior sucesso editorial em Portugal dos últimos dois anos”“o título mais impactante lançado na última década”.

A primeira edição da revista contou com Marcelo Rebelo de Sousa na capa e vendeu cerca de 110 mil exemplares, em março de 2015. Os dados são da Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação e foram citados pelo Observador. Porém, em 2016, o número de vendas diminuiu para valores entre 32 mil e 65 mil exemplares.

Masemba fecha a nota com agradecimentos a Cristina Ferreira e a toda a equipa do projeto pelo “o empenho, dedicação e paixão”. O último convidado da revista ainda não foi revelada.

Cristina Ferreira relembrou nas redes sociais a última frase do seu livro Sentir“E se isto acabar? O que vier será melhor”. Apesar de não haver uma ligação direta com o fecho da revista, os fãs estão a fazer essa conexão e a apoiar Cristina nos comentários.

Imagem: Facebook de ‘Cristina Ferreira – TVI’