Sábado, dia 28 de Janeiro, o Cinema São Jorge será palco da 1.ª edição de Quarto Escuro, um espetáculo às escuras “onde ninguém sabe o que vai acontecer”: nem o público, nem os artistas e, possivelmente, nem a própria organização.

Quarto Escuro vai decorrer entre as 17he as 18h30. Durante esse tempo, só veremos uma luz intermitente e só ouviremos duas vozes – as de Fernando Alvim e de Ana Galvão.

Alvim e Galvão apresentarão cada um dos intervenientes. O conceito poderá, à primeira vista, parecer bastante simples, até vago, contudo, o objetivo deste espetáculo é precisamente ousar, superando em absoluto as expectativas da audiência, retirando máximo proveito do fator surpresa…o que é um ato arriscado mas simultaneamente promissor.

Esta será inclusivamente uma operação relâmpago de solidariedade, concretizada pelo programa Prova Oral (Antena 3), cujas receitas reverterão inteiramente para a Fundação Maria Cristina.

A organização foi assim batizada por Maria da Conceição – a fundadora -, que escolheu dar ao projeto o nome da sua mãe. Criada em 2005, a Fundação Maria Cristina surgiu com o propósito de intervir nos locais mais inóspitos e de pobreza extrema do Bangladesh.

Os bilhetes para Quarto Escuro poderão ser adquiridos nas bilheteiras do Cinema São Jorge ou através da Ticketline.