Bertrand anunciou hoje a criação do prémio Livro do Ano, que será atribuído por leitores e livreiros até ao próximo domingo. Se és leitor Bertrand e não tinhas conhecimento desta votação, continua a ler…

A rede livreira esclarece que o galardão literário distinguirá uma obra em prosa (romance, conto ou novela), editada em Portugal ao longo do último ano. A distinção será feita anualmente.

Nessa mesma nota esclarece-se que o júri será composto por todos os livreiros da rede Bertrand e pelos leitores, que terão assim oportunidade de distinguir os livros que mais os marcaram em cada ano.

Como proceder à votação

A votação para o prémio pode ser realizada exclusivamente por leitores e livreiros Bertrand, aos quais a rede livreira endereçou um convite via e-mail. Nele todos são convidados a escolher o seu livro preferido numa lista de 55 livros publicados ao longo dos últimos 12 meses.

A lista encontra-se disponível no website da Bertrand.

Para esta primeira edição do prémio Livro do Ano, a Bertrand solicitou também aos jornalistas José Mário Silva e Anabela Mota Ribeiro a selecionarem, cada um, os cinco livros preferidos da mesma lista.

As votações decorrem até domingo e o vencedor deverá ser anunciado entre finais deste mês e princípios de fevereiro.

A obra vencedora terá um lugar de destaque nas livrarias Bertrand, ao longo de todo o ano.

Uma rede de livrarias que está no Guinness

A Bertrand é a maior rede portuguesa de livrarias, tendo 55 balcões espalhados pelo país, continente e ilhas, e uma livraria online que disponibiliza mais de oito milhões de referências.

A primeira livraria Bertrand foi fundada em 1732, por Pedro Faure, no Chiado, em Lisboa. O Guinness World Records reconhece a Livraria Bertrand, no Chiado, como a mais antiga do mundo em funcionamento.