O Quebra-Nozes foi o presente de Natal antecipado para todos os que foram ao Centro Cultural de Belém. Russian National Ballet fez o convite, e o Espalha-Factos também marcou presença.

A própria estória tem cheirinho a natal e desde que estreou em dezembro de 1892, em São Petersburgo, o bailado O Quebra-Nozes impôs-se como um clássico para a época natalícia. Esta versão do clássico bailado russo contou com cenografia do Russian Classical Ballet, figurinos de Evgeniya Bespalova, e direcção de Evgeniya Bespalova.

Este ano não foi excessão e foram muitas as famílias que encheram o grande auditório do CCB para assistir ao espetáculo.

O bailado clássico

Uma menina que se apaixona pelo príncipe Quebra-Nozes – um boneco vestido de soldado, com a cabeça e as pernas desproporcionais ao resto do corpo – é o ponto de partida para esta história de amor e fantasia.

Pequeno e graúdos deixaram-se contagiar pela magia deste bailado e foram transportados para o mundo encantado do Quebra-Nozes.

Foto: Divulgação

Tudo começa numa imponente sala na noite de natal. Clara recebe um presente especial – o boneco Quebra-Nozes – pelo qual se apaixona à primeira vista.

O final é feliz, como na maioria dos contos de príncipes e princesas, mas pelo meio é preciso enfrentar o irmão que também quer o boneco e o exército dos ratos!

Foto: Divulgação

O Quebra-Nozes obrigatório

A companhia Russian National Ballet trouxe mais uma vez este espetáculo a Lisboa e encantou os espectadores. Os cenários criaram o ambiente perfeito completado pelos figurinos. No final crianças e adultos de pé, a aplaudir, conscientes de que este seria o melhor Natal.

O Coliseu do Porto foi o local escolhido para o encerramento da digressão da quadra natalícia de 2016/2017, uma vez que pôde ser visto ontem pela última vez esta temporada.