Geringonça - palavra do ano

‘Geringonça’ é a Palavra do Ano de 2016

A Porto Editora anunciou esta manhã a palavra do ano 2016. Geringonça foi a escolha dos portugueses, eleita com 35% dos votos. No pódio ficaram também as palavras Campeão (29%) e Brexit (8%). O anúncio foi feito hoje às 10h30 na Biblioteca Municipal José Saramago, em Loures.

Já sabíamos que Geringonça ia à frente na corrida para a Palavra do Ano no final do mês passado e hoje a vitória confirmou-se, com 35% dos mais de 25 000 votos dos portugueses, que elegeram esta como a palavra mais marcante de 2016.

A votação, que decorreu durante todo o mês de dezembro, tinha como sugestões mais nove palavras, entre as quais Campeão (29%), Brexit (8%), Parentalidade (6%), Presidente (6%), Turismo (4%), Racismo (4%), Humanista (4%), Empoderamento (3%) e Microcefalia (1%).

A escolha das palavras candidatas ao título de Palavra do Ano têm em conta a “análise de frequência e distribuição de uso das palavras e do relevo que elas alcançam, tanto nos meios de comunicação e redes sociais como no registo de consultas online e mobile dos dicionários da Porto Editora”, afirma a editora portuguesa.

Geringonça e Esquerda: a política a marcar a língua

Já no ano passado a situação política tinha sido retratada com a escolha de esquerda como uma das palavras candidatas a Palavra do Ano de 2015, devido ao entendimento entre os diferentes partidos de esquerda, de forma a formarem um Governo. Contudo, o aumento dos conflitos e a desestruturação das sociedades dos países do Médio Oriente, sobretudo na Síria, que originou uma fuga das pessoas destes países para a Europa, fez com que Refugiado fosse a Palavra do Ano de 2015.

Este ano, a nossa situação política falou mais alto e a Refugiado sucede-se Geringonça, palavra que se popularizou graças ao comentador Vasco Pulido Valente, que a usou para descrever a coligação que apoia o governo. O termo disseminou-se rapidamente por toda a esfera social e tem sido usado frequentemente para referir a atual coligação, inclusive nos noticiários, tendo tido bastante destaque durante o último ano.

No próximo dia 18 de janeiro serão conhecidas as Palavras do Ano em Moçambique e Angola. Esta foi a primeira vez que a Porto Editora alargou o concurso a outros países, em parceria com a Plural Editores Angola, a Plural Editores Moçambique e o apoio do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua naqueles países.

Este concurso, porém, tem servido de inspiração para iniciativas semelhantes em países como o Brasil ou a Aústria.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Mark Ruffalo em Zodíaco
Mark Ruffalo: uma carreira que vai muito além de Hulk