palavra do ano votação geringonça

Palavra do Ano: ‘Geringonça’ vai à frente, mas ainda podes votar

Ainda podes votar na palavra do ano. Até 31 de dezembro podes escolher, entre dez palavras, aquela que mais marcou 2016. Até agora, “geringonça” vai à frente, seguida de “campeão” e “brexit”. A iniciativa da Porto Editora já conta com mais de 20.000 votos.

A votação pode ser feita no site do concurso e as dez palavras a lutar pelo lugar de Palavra do Ano são “geringonça”, “campeão”, “brexit”, “presidente”, “empoderamento”, “humanista”, “microcefalia”, “parentalidade”, “turismo” e “racismo”.

As palavras em causa não foram escolhidas ao acaso. São resultado de uma “análise de frequência e distribuição de uso das palavras e do relevo que elas alcançam, tanto nos meios de comunicação e redes sociais como no registo de consultas online e mobile dos dicionários da Porto Editora”, afirma a editora portuguesa em comunicado. Para a escolha das palavras são ainda tidas em conta as sugestões dos portugueses no próprio site do concurso.

Geringonça vai à frente, mas há mais nove palavras

A palavra “brexit” foi uma das escolhidas devido à saída do Reino Unido da União Europeia, um dos acontecimentos políticos mais marcantes em 2016. Foi também neste ano que, pela primeira vez, Portugal foi campeão europeu de futebol e por isso “campeão” é até agora uma das palavras mais votadas, acompanhada por “presidente”, palavra com enorme destaque graças a Marcelo Rebelo de Sousa.

Outras palavras constam nesta lista, entre as quais “humanista”, um dos adjetivos mais usados para qualificar António Guterres depois de ter sido escolhido para Secretário-Geral das Nações Unidas, e “microcefalia”, cujo risco de ocorrência durante a gravidez foi associado ao vírus zica.

Os portugueses podem ainda votar na palavra “racismo”, cujas manifestações têm aumentado na Europa e nos Estados Unidos da América, ou em “parentalidade”, um tema recorrente em 2016, que contempla atividades cujo objetivo é um melhor desenvolvimento das crianças. Um outro fenómeno foi o “empoderamento”, uma forma de designar a conquista direitos e independência de cada um, controlando a sua vida.

O turismo em Portugal aumentou e cada vez mais o nosso país é um destino favorito, o que fez gerar um debate sobre a sustentabilidade dos pontos turísticos, fazendo com que “turismo” seja também uma das palavras da lista.

À frente na votação está “geringonça”. Termo introduzido pelo comentador Vasco Pulido Valente para descrever a coligação que apoia o governo, rapidamente foi adotado pelo discurso jornalístico e não só, disseminando-se por toda a esfera social.

Eleger uma palavra, promover uma língua

A palavra do ano é uma iniciativa da Porto Editora, cujo objetivo é promover e sublinhar a riqueza da língua e o património, dando destaque à importância que as palavras têm na nossa cultura. Este ano, pela primeira vez, a iniciativa ocorre também em Angola e Moçambique.

Desde 2009 que os portugueses têm elegido a Palavra do Ano. Entre as vencedoras estão “esmiuçar” (2009), “entroikado” (2012) ou “refugiado” (2015). A votação para a palavra de 2016 decorre até ao último dia do ano e a 4 de janeiro de 2017 será conhecida a vencedora, numa cerimónia a realizar-se em Loures, na Biblioteca Municipal José Saramago.

Mais Artigos
sam e dean supernatural
Supernatural. As lições de vida e os melhores episódios que marcam o fim de uma era