Depois do primeiro plano detox com sumos da Drink6 e de ficar a conhecer os benefícios de eliminar toxinas em excesso do organismo, o Espalha-Factos voltou a aventurar-se, mas desta vez com um novo plano, o souping, só à base de sopas e cremes.

Para quem não seguiu a primeira experiência, os planos detox servem, sobretudo, para eliminar toxinas e não para emagrecer. Sim, ajudam a diminuir o inchaço abdominal, mas não fazem milagres. Para isso é necessário que já se pratique ou se adopte uma alimentação saudável, isto é, livre de toxinas, rica em vitaminas e enzimas, pouco pesada e que não nos cause intolerâncias. Podem saber mais aqui: Drink6 e um detox de sumos (com castanhas).

O souping da Drink6 é ideal para os meses frios, porque é só à base de sopas e cremes, que devem ser tomados quentinhos. Ao contrário dos sumos, têm mais legumes e hortaliça e menos fruta, pelo que têm um conteúdo mais baixo em açucar e mais alto em fibra. Com este plano, são apenas consumidas 732 calorias por dia (com os sumos consumiram-se 1000 calorias).

Entre as vantagens do souping, conta-se a riqueza em vitaminas minerais, antioxidantes e flavonoides, assim como outros nutrientes que ajudam a manter o equilíbrio nutricional, a quantidade de água necessária à manutenção da hidratação, grande poder saciante, baixo teor calórico e de açucar e o equilíbrio do ph alcalino do corpo.

Sopa n.º1 (7h-9h)

Não tomei esta sopa no horário programado. Primeiro porque não consegui acordar tão cedo, depois porque, sendo sincera, não a consegui comer. Eu não sou grande apreciadora de sopas, confesso, mas miso com tofu e wakame não é, definitivamente, a minha cena.

É supostamente o pequeno almoço japonês tradicional e faz ainda parte da dieta macrobiótica, por isso suponho que os macrobióticos delirem com isto. Tenho pena de não ter gostado, porque o conteúdo rico em probióticos e enzimas iria estimular a digestão durante todo o dia.

Por outro lado, o miso é composto sobretudo de soja, que é um alimento rico em proteínas, mas infelizmente eu também não gosto de soja. Paciência, venha a próxima.

Creme n.º2 (10h-12h)

Comi antes de sair de casa e quase me vieram as lágrimas aos olhos quando percebi que estava a gostar, a gostar muito. O creme detox de espargos trigueiros com mandioca possui um efeito diurético, antioxidantes que nos fazem sentir mais jovens e é ainda rico em ácido fólico, que aumenta a resistência, e oligoelementos, que melhoram a circulação sanguínea.

Infelizmente como não consegui comer a primeira sopa, passado uma hora e meia já estava cheia de fome ou, pelo menos, com vontade de mastigar qualquer coisa.

https://www.instagram.com/p/BOW-TkdA3zP/?taken-by=raquelagdsilva

Creme n.º3 (13h-15h)

Eu pensava que ia gostar de ervilhas com hortelã, mas a verdade é que não apreciei assim tanto. De qualquer forma, bateu aos pontos a de tofu.

Quanto a esta, as vantagens que mais me agradaram foram a diminuição do colesterol mau e a riqueza em Vitamina C (que é muito importante para mim).

Sopa n.º4 (16h-18h)

Já estava no trabalho quando fui aquecer a sopa de quinoa, Kale e cogumelos shiitake. Ora, vamos por pontos, eu adoro cogumelos. Sou doida por cogumelos. Mas cogumelos com couve verde frisada (Kale) e quinoa (uma espécie de planta que parece sementes) não me convence.

É capaz de convencer muito boa gente e até se percebe porquê: nutrientes e superalimentos, proteínas, ferro e propriedades anticancerígenas e desintoxicantes, que limpam o fígado e o sangue.

Eu não sou boa gente, porque assim que enfiei uma colher na boca comecei a pensar nos sumos da Drink6 e a pensar que gostei de todos e que me estava a apetecer voltar atrás no tempo. Tentei comer e até dei a provar a uma colega que ficou curiosa com o meu plano, mas não consegui chegar ao fim.

souping-drink6-detox

Fotografia: Drink6sumos

Sopa n.º5 (19h-21h)

Assim que soube que era picante percebi que ia conseguir comer e desejei, mais do que isso, gostar. A sopa de thai de tomate com gengibre, lima e pimenta-caiena é mesmo muito boa.

Foi, sem sombra de dúvidas, a minha preferida e não é só porque não gostei muito das outras, é porque é mesmo boa. Receei o gengibre, mas nem isso me demoveu. Como bónus, o tomate é um alimento excelente para a vista, o que é uma alegria para alguém que é míope.

Creme n.º6 (22h-23h)

Só comi a sopa quando cheguei a casa, já passava da meia noite, mas soube-me que nem ginjas, até porque não há sopa mais familiar que o creme de cenoura.

E, adivinhem, também é benéfica para os olhos (e para a pele e o aparelho digestivo). Por isso fui dormir, com a barriga aconchegada a e tentar não pensar no que correu mal, mas na viagem para casa que me esperava dali a umas horas.

Veredito final

Ao contrário da primeira experiência, a encomenda chegou no dia programado, apesar do creme n.º2 não ter a etiqueta de identificação com o horário e os ingredientes.

Infelizmente, foi muito mais difícil de sobreviver ao souping do que com os sumos. Talvez tenha a ver com o facto de, logo à partida, não ser uma grande apreciadora de sopas. De qualquer forma, gostei de metade do plano, o que não é nada mau.

Ambos os planos custam 39€ (para um dia), sendo possível pedir um plano até cinco dias (neste momento em promoção, a 159€).