Este artigo marca o início da rubrica sobre segurança informática no Espalha Factos. Aqui será abordado mensalmente um tema, publicada uma dica, ou divulgada alguma informação relevante, de forma a ajudar-vos a navegarem de forma segura na internet e a manterem os vossos dados privados.

A primeira publicação é sobre o programa que, presumo, usem mais: o browser. É através do Firefox, Google Chrome, Microsoft Edge, ou outro, que acedem aos vossos sites favoritos. Por isso é importante que os usem de forma segura.

Para conseguirem isso, uma das opções que têm é a instalação de extensões. Estes complementos podem adicionar camadas extra de segurança e ajudar a evitar as infeções por algum tipo de malware.

Não quero com isto dizer que os browsers não ofereçam segurança. Claro que oferecem. Mas ela pode e deve ser complementada. A lista de extensões abaixo vai ajudar-vos a conseguir isso.

Lista de extensões:

Caso achem estranho um bloqueador de publicidade ser recomendado como complemento de segurança, posso garantir-vos que não é. Por exemplo, a rede de publicidade da Google já foi usada para espalhar software malicioso. Pior: há redes de publicidade que se dedicam exclusivamente a esta atividade conhecida como Malvertising [texto em inglês].

Não se esqueçam de que todo o cuidado é pouco quando se navega online. Menos no Espalha Factos, porque aqui é tudo gente boa.

Nota: recomendo a utilização do Firefox ou Chrome em detrimento do Edge porque:
1) ambos têm um bom histórico no que respeita ao suporte das normas web;
2) a perceção que tenho, de acompanhar as novidades sobre segurança informática, é que ambos são superiores a esse nível.