Faz-te à Vida: agenda de dezembro

Portugal é um país recheado de eventos nos quais poderás experimentar uma variedade de iniciativas com temas igualmente diversos. Nesta rubrica o Espalha-Factos apresenta-te uma sugestão para preencheres a tua agenda durante uma quinzena (ou até mais). Se gastronomia, moda e exposições são a tua onda, aproveita e Faz-te à Vida.

Festival do Chocolate de Carnide – 1 a 4 de dezembro

De 1 a 4 de dezembro, o Largo da Luz em Carnide acolhe o evento mais doce de sempre: o Festival de Chocolate.

jtjgtzntjtjgltbnm1pyu20lmky2c3deu0o3am0lmkzvagxiaglzwvmwddr0zgty

Estarão à venda e para prova dezenas de produtos elaborados com cacau, bem como alguma doçaria tradicional portuguesa. Destacam-se os bombons, bolos, cupcakes, crepes, waffles, chocolate quente, queijo com chocolate, alheiras com chocolate, fruta banhadas em chocolate, pão de ló de ovar de chocolate e, ainda, os pasteis de tentugal.

Para complementar as delícias de chocolate estarão, também, expostas algumas peças de artesanato.

O evento é inaugurado às 15h do feriado 1 de dezembro. Nos dias 2 e 3 decorrerá entre as 11h e as 24h, sendo que no domingo, dia 4 encerrará as 21h. A entrada é livre.

Concept Fashion Design – 3 e 4 de dezembro

Nos próximos dias 3 e 4 de dezembro, o Concept Fashion Design volta a Lisboa para a sua 5ªedição. Entre as 15:00h e as 22:00h, o Hospital da Estrela vai receber talentos nacionais nas mais variadas àreas artísticas.

15310512_1328701097149779_1556411862_n-png

O espaço é uma mais-valia não só para a atração do público como para os artistas. Nuno Carapinha, diretor adjunto, reconhece que: Os artistas tem uma grande liberdade criativa pois como o edifício vai entrar em obras podem fazer intervenções no próprio”.

Esta iniciativa procura dar ao público a oportunidade de contactar e conhecer projetos de moda, fotografia, música, vídeo, escultura, pintura e gastronomia. Num espaço alternativo mas num ambiente dinâmico, o programa desta edição traz nomes consagrados, entre os quais Carlos Santos.

Um desfile nunca antes feito em Portugal da quinta melhor marca de calçado de luxo, no mundo.

Mercado de Natal – até 4 de dezembro

O mercado começou a 30 de novembro e permanecerá até quatro de dezembro na arena do Campo Pequeno. Mais de 100 expositores a apresentar artigos de autor e peças de design exclusivamente portuguesas, com inspiração predominantemente tradicional.

Das 11h30 às 21h30, é possível encontrar peças originais a preços atrativos, contribuíndo para a sustentabilidade de pequenos ofícios, assim como para o desenvolvimento da microeconomia nacional.

Nesta edição existe ainda um novo espaço, o Second Chance Lx, que contará com cerca de 34 expositores, integrando projetos sustentáveis, como marcas Bio e Eco e outras que optam por processos de reciclagem e reutilização, promovendo práticas de consumo assentes no comércio justo e na produção responsável.

MercadÓ – oito a onze de dezembro

O Espaço Ó, em Óbidos, decidiu “fazer uma coisa tipo feira”, dando à luz o MercadÓ, que pretende celebrar o comércio local, os artesãos, artistas e a comunidade. Este novo mercado apresentará “produtos escolhidos a dedo”, em segunda ou primeira mão, feitos à mão, únicos, de autor, de design e artísticos. Existirá ainda à venda comida caseira, de rua e outros petiscos.

Sopa da Pedra Solidária – 16 a 23 de dezembro

A iniciativa partiu da parte da Helpo, que pretende a angariação de fundos para criar condições para a orientação nutricional dirigida a mulheres grávidas e crianças até aos dois anos de idade. Estarão envolvidas outras instituições de Lisboa, Cascais e Sintra entre os dias 16 e 23 de dezembro.

Entre os estabelecimentos que participarão na Sopa da Pedra Solidária estarão a Academia Time Out, no Mercado da Ribeira (20 e 21 de dezembro), o Clube do Peixe, em Lisboa (16 e 23 de dezembro). Em Cascais poderá contar-se com os restaurantes 5 Sentidos e Despensa Cheia (16 a 23 de dezembro). Aliás, o último estabelecimento referido está presente no Clube de Ténis do Estoril e na Portela de Sintra.

Nas palavras de Sofia Nobre, diretora do Departamento de Comunicação da Helpo, em declarações ao Sapo, o objetivo do projeto “é melhorar as boas práticas e escolhas alimentares nos primeiros mil dias de vida de crianças filhas de mulheres em risco de pobreza, prevenindo doenças de foro alimentar e capacitando-as para melhores práticas alimentares para toda a vida”.

Domingos em família no Castelo de São Jorge – quatro, onze e 18 de dezembro

Durante três domingos, o Castelo de S. Jorge, em Lisboa, será palco das mais variadas atividades para toda a família, num evento intitulado Domingos em Família. Dias 4, 11 e 18 de dezembro serão dias dedicados inteiramente a imensa diversão e cultura que irá encantar tanto miúdos como graúdos.

A partir das 11h da manhã do dia 4, os Arautos da Brincadeira, D. Berengário e D. Segismundo, serão os anfitriões dos Jogos em Família, onde pais e crianças poderão participar em inúmeros jogos tradicionais que tiveram origem noutros tempos, como o quebra-bilhas, a vara-cega, a torre do tesouro, entre muitas mais brincadeiras e surpresas. O preço de participação será de 3,50€ e requer uma inscrição prévia que poderá ser feita por telefone (22 880 06 20) ou por email.

O dia 11 será dedicado à história sobre a tomada de Ceuta, em 1415. Após a conquista de Ceuta, a praça-forte manteve-se durante cinquenta anos sob o domínio português no Norte de África até à Restauração. O tema dará foco na preparação e treino necessário antes de se enviarem forças militares para Ceuta, tanto para conquistar como para reforçar, assim como a introdução às armas de pólvora negra nos campos de batalha e o uso de armadura pesada.

Por fim, o dia 18 será dedicado às mulheres do século XVII e do seu importante papel na sociedade de então, que muitas vezes não foi reconhecido. O evento invocará nomes como D. Catarina de Bragança, uma mulher portuguesa que foi uma digna representante de um reino, de um povo e de uma cultura que sabe manter a arte e o esforço de resistir, e que perante os muitos tormentos, soube manter a elegância e a justiça. Como D. Catarina de Bragança, muitas outras mulheres serão abordadas, salientando as suas posições numa nação em que, mesmo não tendo o destaque merecido, as mulheres foram parte importante como diplomatas discretas em cortes forasteiras.

Mais Artigos
Netflix
COVID-19. Netflix cria fundo de apoio aos trabalhadores