Se há coisa a que já estamos habituados em Once Upon a Time é uma família complexa, que traz consigo muitos traumas e problemas. Esta semana, foi o passado de Rumplestiltskin (Robert Carlyle) que regressou para o atormentar. O novo episódio, intitulado Changelings, estreou no canal ABC no dia 27 de novembro.

Na Floresta Encantada, somos levados novamente à altura em que Belle (Emilie de Ravin) era escrava no castelo de Rumple. O vilão aparece subitamente com um bebé roubado, o qual fica ao encargo de Belle. Ela eventualmente descobre que a criança é apenas um peão para atrair a Fada Negra (Jaime Murray), que pelos vistos faz vida a roubar bebés.

Ficamos sem perceber de onde é que surgiu uma Fada Negra e porque é que ela adora roubar bebés. Contudo, a pior novidade vem quando Rumple revela que a dita fada é a sua mãe, que o abandonou à nascença. Para o maior vilão da série, escolheram uma personagem completamente desconhecida e desinteressante para ser sua mãe. Confesso que esperava melhor. Enfim, de volta ao tempo presente.mv5bnme2yzkyytmtnjbjyy00zwnhltg1otutzjuyzdg0owu0mzvll2ltywdll2ltywdlxkeyxkfqcgdeqxvyntezndy2mdg-_v1_sy1000_sx1500_al_

Rumple revela o seu ódio por fadas – que, convenientemente, apenas surge neste episódio – e decide usar um encantamento de aceleração do tempo para envelhecer uma delas. Belle vê o sucedido e percebe a mensagem: Rumple vai usar o mesmo encantamento para acelerar a sua gravidez e ter rapidamente o seu filho nos braços. Belle, sempre tão inteligente, a chegar a conclusões impossíveis numa questão de segundos.

Enquanto isso, a Rainha Má (Lana Parrilla) continua focada em matar Zelena (Rebecca Mader), de modo a ganhar a confiança de Rumple. As duas irmãs enfrentam-se mas, felizmente, Regina aparece para salvar o dia. Continuo incrédulo com o fato de a Rainha estar disposta a matar a própria irmã e com o quão fácil tal tarefa parece ser. Zelena é uma bruxa poderosa e não deu qualquer luta.mv5bmgq1mdq0ztmtn2q0yy00ymnmlwjizdmty2eymdq5ymyxnzcyl2ltywdll2ltywdlxkeyxkfqcgdeqxvyntezndy2mdg-_v1_sy1000_sx1500_al_

Rumple decide enfrentar Belle e usar o dito encantamento, com a esperança de que este segundo filho o vá amar como nunca ninguém o conseguiu amar. Belle usa a estratégia do costume e diz que ela o amava verdadeiramente e que nunca lhe pediu para ele ser perfeito. Adivinhem? Rumple cai na nostalgia pela milésima vez e decide não ir avante. A relação destes dois continua em círculos e está para lá de gasta.

Do outro lado da cidade, Snow (Ginnifer Goodwin) e Jasmine (Karen David) continuam as melhores amigas de sempre. Jasmine diz que continua decidida em encontrar Agrabah e decide usar a lâmpada do génio para tal. Surpresa das surpresas, a lâmpada está vazia e o dito génio parece ter sido solto há muito tempo atrás.

Não se preocupem, porque Aladdin (Deniz Akdeniz) toma conta da situação, colocando as pulseiras em si próprio e tornando-se no novo génio. Esta história de Agrabah está a avançar a um ritmo surpreendentemente lento, mas tal dá hipótese a Once Upon a Time de colocar o seu próprio toque neste conto e de explorar outras situações ao mesmo tempo.mv5bzdhimgmynjytzwi3mi00ztrmltgxzwmtytm0yjdizjkwntk4l2ltywdll2ltywdlxkeyxkfqcgdeqxvyntezndy2mdg-_v1_sy1000_sx1500_al_

De volta ao que interessa. Belle bebe uma chávena de chá e, para grande surpresa, a sua gravidez é efetivamente acelerada e ela dá à luz. Contudo, a protagonista pede à Fada Azul (Keegan Connor Tracy) para ser madrinha do bebé e para o levar para bem longe, de modo a protegê-lo do pai perigoso. Esta série já tinha uma mão bem cheia de mães que abandonaram os filhos e Belle fez questão de entrar para a lista.

Claro que Rumple não está, de todo, contente com o desaparecimento do seu filho recém-nascido. Contudo, fica ainda mais irritado quando descobre que foi a Rainha Má que roubou o seu encantamento e o colocou no chá de Belle. A guerra fria que se tem gerado entre estes dois vilões tem-se tornado no ar que respiro.

Enquanto isso, Emma (Jennifer Morrison) continua a ter as suas visões, descobrindo que a espada que a matará no futuro tem um cristal vermelho numa das pontas. A Salvadora encontra a dita espada na loja de Rumple e a sua preocupação agora é travar o seu desfecho fatídico. Todos os outros dramas da série são tão mais interessantes que, nesta altura, eu já nem me importaria assim tanto se Emma, de facto, morresse.

NOTA: 8/10