Depois de esgotar várias salas em 2015, o espetáculo de improviso Portátil, do coletivo Porta dos Fundos, voltará a ser apresentado em dezembro, com as primeiras datas anunciadas a serem 14 a 16 de dezembro, no Teatro Tivoli, em Lisboa.

O espetáculo será interpretado por Gregório Duvivier, Luís Lobianco e Gustavo Miranda, atores e humoristas do grupo Porta dos Fundos. Habitualmente João Vicente de Castro também integra este espetáculo,  no entanto por impossibilidade de agenda não estará presente desta vez.

A grande novidade é que, para substituir o ator brasileiro, o humorista português César Mourão entrará em cena e participará no improviso.

Com direção de Bárbara Duvivier, Portátil é um espetáculo de improviso que parte sempre de uma história relatada por um voluntário da plateia. A partir de detalhes de uma história pessoal, os atores improvisam várias cenas, marcadas sobretudo pelo improviso e pelo humor.

Quando a peça esteve em cena em 2015, em Portugal, Gregório Duvivier explicou, numa nota enviada à imprensa, que  Portátil «é uma história de mais de uma hora contada sem interrupções, na qual o foco não é a piada, embora tenha humor, mas sim uma narrativa contada a mais de uma cabeça. É um grande desafio e acho que foi por isso que ‘a gente topou’».

O coletivo brasileiro de humor regressa à capital durante dois dias, mas, em breve, a promotora deverá revelar mais cidades e datas.