How To Get Away With Murder

How To Get Away With Murder 3×08: os Keating 5 estão a salvo

Com apenas uma semana de distância até ao final desta primeira metade da temporada de How To Get Away With Murder, está confirmado que os Keating 5 estão todos a salvo. São cada vez menos as opções de quem não sobreviveu ao fatídico incêndio e cada vez mais as tensões entre os protagonistas. O novo episódio, intitulado No More Blood, estreou no canal ABC no dia 10 de novembro.

Frank (Charlie Weber) está em casa de Laurel (Karla Souza), novamente a tentar redimir-se de todos os seus pecados. Visto que Wes (Alfred Enoch) ainda está em julgamento no caso do homicídio de Mahoney, o primeiro passo para a redenção passa por Frank viajar até Nova Iorque e investigar o álibi de Charles (Wilson Bethel). Esta tarefa é-lhe dada por Annalise (Viola Davis), embora os dois ainda não se tenham visto cara a cara.

Em Nova Iorque, Frank descobre que o dito álibi provém de uma cara familiar: a mesma mulher que, há muitos anos, lhe pagou para ele causar o acidente de carro de Annalise.

Movido pela raiva e pelo desespero, Frank acha que a melhor maneira de resolver a situação é matar a mulher e a respetiva filha. Escusado será dizer que este plano não vai avante porque isto é o século XXI e não podemos andar por aí a matar mulheres e crianças só porque queremos obter vingança ou perdão.How To Get Away With Murder

É aqui que as coisas começam a ficar confusas, portanto vamos por partes. A dita mulher (de nome Lisa) tinha um caso com Charles e esteve com ele na noite do homicídio de Wallace (Adam Arkin), mas diz nunca mais o ter visto desde então. Annalise, contudo, está disposta a proteger Wes a todo o custo e põe então o seu plano em marcha.

A advogada compra um telemóvel descartável, dando-o a Bonnie (Lisa Weil), que o consegue fazer chegar até Charles – que está na prisão. Frank, tendo-se infiltrado na casa de Lisa em Nova Iorque – como vimos anteriormente -, liga do telefone fixo para o dito telemóvel descartável. Graças a Nate (Billy Brown), a advogada de Wes é conduzida a dar uma espreitadela nos registos telefónicas de Lisa e descobre o sucedido. Se ela mentiu acerca de não ter contacto com Charles recentemente, então tambén deve ter mentido acerca do seu álibi.

Charles é então acusado efetivamente do homicídio do pai e Wes fica a salvo. Tudo isto parece ter sido um ciclo perfeito: Lisa voltou para atormentar Frank, mas ele vingou-se dela de forma indireta. Para além disso, já que foi ele quem matou Wallace, ajudou também a limpar o nome de Wes do caso, não deixando ninguém tomar as culpas pela sua ação. Tudo isto graças ao cérebro gigantesco de Annalise, que consegue resolver o mais complicado dos casos com uma mestria e discrição inigualáveis.How To Get Away With Murder

Enquanto isso, Wes e Laurel continuam estáveis enquanto casal, bem como Asher (Matt McGorry) e Michaela (Aja Naomi King) – estes dois estão até a deixar cair algumas das suas barreiras e eu até começo a gostar de os ver juntos. O drama, para não variar, continua centrado em Oliver (Conrad Ricamora) e Connor (Jack Falahee).

Estes parecem estar bem ao início, mas rapidamente começam a discutir sobre quem é mais desonesto e qual deles é mais “emocionalmente desequilibrado”. A culpa disto parece estar toda em Oliver, que decidiu infiltrar-se no grupo de Annalise, começar a namorar com outro rapaz (Thomas) e, ainda assim, anda neste vai-não-vai com Connor.

Esta tendência, contudo, não dura muito tempo. Num flashforward de uma semana, após a tragédia do incêndio, descobrimos que Connor não é o cadáver debaixo do lençol. Ele está, todavia, debaixo dos lençóis de Thomas, o que nos leva a pensar que ele e Oliver separam-se de vez e Connor decidiu vingar-se da pior forma. Estes dois eram literalmente o meu casal favorito da série e hoje em dia apenas mancham a imagem dos casais LGBT.How To Get Away With Murder

O grande momento do episódio chega quando Annalise e Frank se enfrentam finalmente cara a cara. Este último admite toda a sua culpa, completamente lavado em lágrimas, mas Annalise combate apenas com dor, raiva e desdém. Frank saca de uma arma e aponta-a a si próprio, como forma de obter perdão. Neste momento, Bonnie entra em cena. Enquanto Annalise grita para que Frank puxe o gatilho, Bonnie grita desesperadamente para que ele não o faça e ficamos sem saber o desfecho da cena.

Este foi, sem dúvidas, um dos melhores episódios da série até agora e a melhor maneira de preparar as audiências para a grande revelação da próxima semana. Como já é habito em How To Get Away With Murder, para além de descobrirmos quem será a vítima fatal do incêndio, ainda há muito mais por explorar, como a gravidez de Laurel, o destino de Frank e as (más) decisões de Oliver e Connor.

Num episódio de tamanha complexidade em termos narrativos, as prestações de Viola Davis, Lisa Weil e Charlie Weber estiveram certamente à altura do desafio.

NOTA: 10/10

Mais Artigos
Troféu Festival da Canção 2021
Festival da Canção 2021: Conhece a ordem de atuação na Grande Final