How To Get Away With Murder

How To Get Away With Murder 3×06: separações e reconciliações

À medida que continuamos a acompanhar a tragédia de Annalise (Viola Davis) após o incêndio em sua casa, o foco está cada vez mais nos casais que se vão formando em How To Get Away With Murder. O novo episódio, intitulado Is Someone Really Dead?, estreou no canal ABC no dia 27 de outubro.

O caso desta semana acompanha Danielle, uma jovem que estava com a sua namorada numa discoteca e que ao ser constantemente assediada por um homem, acabou por lhe cortar a garganta.

O escolhido para representar o caso é Simon (Behzad Dabu), o rapaz que na semana passada descobrimos ser o responsável pelos panfletos contra Annalise, o que apenas prova novamente que a advogada sabe distinguir as suas emoções do trabalho.

A advogada de acusação é Rene Atwood (Milauna Jackson), a mulher que anda envolvida com Nate (Billy Brown). Claramente ela tem alguma forma de vingança pessoal contra Annalise. A protagonista descobre que a história de Danielle é mentira e que ela apenas estava a tentar fazer justiça por uma amiga a quem havia sucedido tal situação. O julgamento acaba por ir por água abaixo e ainda bem que assim foi, porque este foi provavelmente o caso mais entediante que já apareceu na série.How To Get Away With Murder

A polícia parece andar atrás de Wes (Alfred Enoch) após a morte de Wallace Mahoney (Adam Arkin), o que faz com que o jovem fique preso em casa de Annalise até receber ordens contrárias. A situação parece estar a salvo por agora, já que o outro filho de Mahoney, Charles (Wilson Bethel), é preso após uma arma ter sido encontrado no seu carro.

No mesmo instante, descobrimos que foi Frank (Charlie Weber) quem plantou a dita arma, o que faz com que Bonnie sublinhe novamente perante Annalise que ele apenas quer voltar para casa. É completamente compreensível que Annalise tenha todos os motivos para odiar Frank, mas é doloroso ver uma personagem tão interessante deslocada do restante elenco. Ninguém nesta série é um santo portanto mais vale apertarem todos as mãos, pedirem mil desculpas e seguirem com as suas vidas em frente.

A preocupação principal dos estudantes esta semana foi as suas vidas amorosas. Oliver (Conrad Ricamora) decidiu finalmente ter um encontro com um rapaz e parece ter corrido às mil maravilhas. Após muita insistência, Michaela (Aja Naomi King) admite ter sentimentos por Asher (Matt McGorry) e temos então um novo casal na série. Esta é a minha única pedra no sapato, pois estes dois não têm a mínima coisa em comum.How To Get Away With Murder

Wes decide terminar a sua relação com Meggy (Corbin Reid), a rapariga mais inocente que alguma vez surgiu nesta série e que, claramente, se envolveu com a pessoa certa na altura errada. Tudo isto para que Wes volte a correr para os braços de Laurel (Karla Souza) e os dois possam também oficializar uma relação. Gostei do fato de nenhum dos protagonistas estar com os seus amantes da primeira temporada, dando um toque realista de que nem todas as relações podem durar para sempre.

No flashforward para a tragédia do incêndio, Michaela procura desesperadamente por Asher e descobre que ele está vivo e bastante bêbedo numa festa da universidade. Tendo em conta que Wes começou agora uma nova relação – sendo provavelmente o pai do bebé de Laurel – e que Frank ainda tem um longo de caminho de redenção pela frente, as probabilidades de ser Nate a vítima fatal do incêndio são bastante elevadas. O que não é uma notícia assim tão má, pois a sua personagem claramente já deu o que tinha a dar.

NOTA: 7/10

Mais Artigos
Graça Freitas
Graça Freitas dá ‘Grande Entrevista’ na RTP3 um ano depois da chegada da pandemia