São jovens, portugueses e têm em comum o talento para a representação. Mas não só. Começaram, ainda novos, por conquistar o público com papéis marcantes na televisão portuguesa, mas acabaram por se afastar do pequeno ecrã, caindo no esquecimento dos portugueses. Anos mais tarde, voltaram às luzes da ribalta, ao participar em produções de sucesso. Este Halloween, o Espalha-Factos recorda cinco atores cujas carreiras regressaram dos mortos – e não, o Inspetor Max não faz parte desta lista.

Mariana Pacheco

mariana

Estreou-se em 2003, na telenovela O Jogo, da SIC, mas foi na terceira temporada de Morangos com Açúcar, no papel de Teresinha, que se tornou definitivamente conhecida.

Mariana Pacheco rapidamente caiu nas graças do público, tendo ainda participado no Festival da Canção Junior, em 2006. No mesmo ano, fez parte de Floribella, da SIC, tendo ‘desaparecido do mapa’ durante os anos que se seguiram.

É em 2013 que a jovem atriz regressa ao pequeno ecrã, em Bem-Vindos a Beirais, da RTP1. A série esteve no ar durante três anos, tendo chegado ao fim em março de 2016. Mas foi uns meses antes que Mariana Pacheco deu o grande salto na sua carreira. Em setembro de 2015 estreava, na SIC, Coração D’Ouro, telenovela protagonizada por si e que lhe valeu o Globo de Ouro de Revelação do Ano, pela interpretação da vilã Catarina.

Miguel Nunes

miguel

O currículo de Miguel Nunes pode parecer extenso, mas dos vários papéis que interpretou, poucos marcaram o grande público. Depois de se estrear, aos 12 anos, em Querido Professor, série da SIC, o ator interpretou Duarte Marquês em Morangos com Açúcar 4.

O seu trabalho convenceu o público e a TVI voltou a dar-lhe uma oportunidade, em 2009, na telenovela Feitiço de Amor. A partir daí, a carreira de Miguel Nunes parece ter morrido para a maioria dos espetadores.

Apesar de ter feito alguns papéis em cinema – com destaque para os filmes O Que Há de Novo no Amor, O Fantasma do Novais e algumas curtas-metragens – foi necessário protagonizar a longa-metragem Cartas da Guerra, em 2016, para voltar a merecer a atenção do público.

Antes disso, foi Zé Pedro dos Xutos e Pontapés, na série Os Filhos do Rock. Atualmente, é o protagonista de Dentro, também exibida pelo canal público. Num ano promissor para Miguel Nunes, será desta que a sua carreira irá, definitivamente, ganhar uma nova vida?

Diogo Martins

diogo

Também Diogo Martins se tornou popular na série Morangos com Açúcar, da TVI. Em 2003, foi o pequeno Dani, um dos protagonistas do elenco infantil da trama. Durante duas temporadas conquistou o público e revelou-se um dos maiores talentos da sua geração. Antes disso, já tinha provado o seu valor enquanto ator em Amanhecer, também da TVI, em 2002.

Mas a carreira promissora que se antevia para Diogo Martins, rapidamente caiu no esquecimento. Depois de participar em Floribella e Rebelde Way, o ator esteve cerca de sete anos longe das luzes da ribalta. Durante este período, fez algumas participações especiais em séries da RTP1 e foi protagonista da curta-metragem Viagem.

Coração D’Ouro marca o regresso de Diogo Martins à televisão, num papel de maior destaque. Ministério do Tempo e Os Jogadores são os seus próximos projetos no pequeno ecrã.

Mafalda Luís de Castro

mafalda

Quando Olhos de Água estreou em 2001, na TVI, a ficção nacional ganhou um novo rumo. A pequena Mafalda Luís de Castro deu que falar nesta telenovela, sendo a filha da protagonista, papel interpretado por Sofia Alves.

Um Estranho em Casa e Ana e os Sete foram as séries que se seguiram. Mas, desde 2004, Mafalda caiu no esquecimento dos telespetadores e nunca mais conseguiu nenhum papel relevante na ficção nacional.

Em 2011, a telenovela Sedução, da TVI, marca o regresso da atriz de uma forma regular. Um ano depois, protagoniza Lua Vermelha, o projeto que maiores repercussões trouxe para a sua carreira – pois, apesar das baixas audiências, conquistou uma legião de fãs.

Louco Amor, em 2013, e Coração D’Ouro, em 2016, foram os dois grandes projetos que se seguiram. Pelo meio protagonizou o telefilme Os Abutres e participou em algumas séries nacionais.

Tiago Felizardo

tiago

Tiago Felizardo é mais um exemplo de um jovem ator que se estreou na mítica série Morangos com Açúcar, mas cuja carreira estagnou depois desta participação. O Manuel da terceira e quartas temporadas da série juvenil deixou Portugal em 2007, altura em que a sua personagem abandonou a história.

Durante nove anos, tentou a sua sorte nos EUA, estudando ainda representação. Neste período, conseguiu um papel no filme Pink Zone, participou na série No Actor Parking e interpretou duas personagens em curtas-metragens.

O seu regresso à televisão portuguesa acontece em 2015, quando volta a interpretar mais um Manuel, desta vez em Santa Bárbara. Na telenovela da TVI, o jovem ator fez as pazes com o público português e reencontrou alguns amigos de longa data – como é o caso de Benedita Pereira.

Em 2016,  Tiago Felizardo casou e está de regresso a Los Angeles, para abraçar novos compromissos profissionais.