Adele pede a fãs: “Não votem nele”

Artistas como Jay Z, Katy Perry e Miley Cyrus já declararam a sua afinidade e usaram a sua voz para apoiar a candidata Hillary Clinton. Foi a vez de Adele se pronunciar sobre as eleições presidenciais norte-americanas.

Durante um concerto em Miami, a voz de All I Ask juntou-se ao debate e pediu ao público para não escolher Donald Trump.  “Não votem nele“, disse aos fãs na American Airlines Arena. “Não o façam“, sublinhou.

Embora a artista inglesa não possa votar, revelou apoiar Clinton “a cem por cento“. “Eu sou inglesa, mas aquilo que acontece na América também me afeta“, afirmou.

Adele não pareceu saber que Clinton se encontrava na audiência.
Adele não pareceu saber que Clinton se encontrava na audiência.

A candidata democrata estava na plateia, na véspera do seu 69.º aniversário, e assistiu à declaração de apoio. Após o concerto, marcou presença num evento de angariação de fundos.

Lê também: Eminem critica Trump com inédita ‘Campaign Speech’

Recordemos que, em fevereiro, Adele advertiu Trump para parar de utilizar a sua música durante eventos políticos. O multimilionário usou canções do repertório da cantora como música de “aquecimento” nas suas aparições públicas. Um porta-voz da artista frisou, na altura, que Adele não dera permissão para que a sua música servisse de banda sonora de qualquer campanha de natureza política.