Enquanto os protagonistas de Once Upon a Time continuam à procura de uma maneira de derrotar a Rainha Má, descobrem que o mal e o bem não são coisas assim tão distintas. O novo episódio, intitulado Strange Case, estreou no canal ABC no dia 16 de outubro. Em Portugal, a série Era Uma Vez é exibida no AXN White.

No passado, encontramos Dr. Jekyll (Hank Harris) a trabalhar nas suas experiências científicas, mas a grande novidade é que ele está apaixonado por uma jovem de nome Mary (Elizabeth Blackmore), cujo pai pode garantir apoio financeiro a Jekyll. Quando o cientista perde tanto o dinheiro como a rapariga, com um incentivo de Rumplestiltskin (Robert Carlyle), decide usar a sua poção para trazer ao de cima Mr. Hyde (Sam Witwer).

O plano corre às mil maravilhas e Hyde e Mary acabam por passar a noite juntos. Contudo, na manhã seguinte, Mary acorda ao lado de Jekyll, já que os efeitos do soro se esgotaram. Quando Mary entra em choque e tenta fugir, Jekyll impede-a e empurra-a da janela, mantendo apenas o seu colar. Começamos já a suspeitar que um deles ser completamente mau e o outro ser completamente bom parece não ser assim tão verdade.Once Upon a Time

Qual era o envolvimento de Rumple no meio de tudo isto? Aparentemente ele também queria um pouco da poção para si próprio. Estaria Rumple a considerar livrar-se da sua parte maligna? Será este o início de uma viagem de redenção para o maior vilão da série?

De volta a Storybrooke nos dias de hoje, Gold traz a maior reviravolta do episódio ao cortar o seu cabelo icónico, momentos antes de Mr. Hyde entrar na sua loja à procura do dito colar. Gold tenta livrar-se do inimigo com a única maneira que conhece: morte. Mas adivinhem! Da mesma forma que a Rainha Má não morreu, Mr. Hyde também não se vai embora assim tão facilmente.

Isto faz com que Gold se diriga ao navio onde Belle (Emilie de Ravin) está instalada e crie um feitiço de proteção, deixando-a presa lá dentro. Definitivamente a melhor maneira de mostrar a uma rapariga que só queremos o melhor para ela. Enquanto isso, Hyde continua a unir forças com a Rainha Má (Lana Parrilla) e decide roubar a poção. Tendo em conta que Hyde e Jekyll já estão oficialmente separados, continuo sem perceber o envolvimento da poção nesta história toda, mas adiante.Once Upon a Time

Gold e Regina chegam tarde demais e encontram apenas um resto do soro no laboratório, o qual Gold usa na sua adaga do Sinistro para tentar matar Hyde. Mas ainda não é desta que o vilão se vai abaixo: tendo em conta que ele e Jekyll são, no fundo, a mesma pessoa, pensam então da mesma forma. Hyde antecipou-se e apoderou-se da verdadeira poção e aquela que Gold usou era falsa. Número de tentativas: duas. Número de ataques bem sucedidos: zero.

Jekyll decide visitar Belle no navio, mas a situação vai de mal a pior numa questão de segundos: tendo em conta que a ajuda de Rumple no passado acabou por causar a morte da sua amada, Jekyll decide então vingar-se em Belle. É oficial: Jekyll não é a personificação do bem, mas sim uma ameaça escondida na perfeição. Hook (Colin O’Donoghue) entra em cena e consegue matar Jekyll. A grande surpresa vem quando também Hyde começa a sangrar e cai no chão, morto.

Três lições a retirar de toda esta montanha russa de acontecimentos:

1) O bem e o mal não são coisas assim tão lineares.

2) A única maneira de matar uma das versões é eliminar a original, o que significa que Regina terá possivelmente de morrer de modo a livrar-se da Rainha Má.

3) Jekyll e Hyde pareciam ser um dos pilares desta sexta temporada da série e ninguém antecipou que eles morressem tão cedo. Todos os episódios até agora têm terminado com alguma espécie de tragédia, confirmando a teoria de que Once Upon a Time está lentamente a preparar-se para o melhor confronto que a série alguma vez criou.Once Upon a Time

Enquanto tudo isto acontecia, Snow (Ginnifer Goodwin) retoma o seu trabalho enquanto professora primária e acaba por receber ajuda de uma mulher chamada Shireen (Karen David). A jovem conta que, no seu reino, há muitos anos, surgiu uma tragédia que poderia ter sido travada caso uma princesa tivesse surgido a tempo, incentivando então Snow a abraçar o seu estatuto de princesa e, consequentemente, ser um exemplo para os demais.

Tudo isto é muito bonito, mas não foi difícil perceber que Shireen é, na verdade, a famosa Princesa Jasmine. Isto é confirmado no final do episódio de Once Upon a Time, quando ela se encontra com a jovem Oráculo (Jordyn Ashley Olson) no meio da floresta, que lhe diz que ainda não encontrou Aladino mas sabe que ele está em Storybrooke.

À medida que fechamos o capítulo de Jekyll e Hyde, preparamo-nos então para entrar no mundo de Agrabah e devo confessar que Jasmine fez uma entrada discreta, mas, ainda assim, fenomenal.

NOTA: 9/10