À semelhança da temporada anterior, o segredo para descobrir o novo serial killer de Scream Queens parece estar no que aconteceu há trinta anos na famosa festa de Halloween e agora as peças começam lentamente a juntar-se. O novo episódio, intitulado Handidates, estreou no canal FOX no dia 11 de outubro.

Com a morte de Tyler (Colton Haynes) no final do episódio anterior, Munsch (Jamie Lee Curtis) decide tomar controlo da situação e livrar-se do corpo no pântano no exterior do hospital – à semelhança do que aconteceu na festa há trinta anos.

Claro que, quando um problema desaparece, outro rapidamente surge. O amigo de Chad (Glen Powell) que gritava por tudo e por nada parece estar finalmente curado, mas, ao sair da ala hospitalar, é também morto pelo Green Devil.

Munsch e as três Chanels decidem visitar novamente Hester (Lea Michele) na prisão e esta faz novamente questão de mostrar que sabe mais do que devia, mas não abrirá boca até ser solta do estabelecimento prisional. Ainda estou à espera de alguma utilidade de Hester nesta temporada, porque até agora parece apenas uma desculpa de Ryan Murphy para manter Lea Michele numa das suas séries.Scream Queens

Enquanto isso, o hospital recebe mais um caso curioso: uma mulher de nome Sheila (Cheri Oteri), que sofre de uma desordem que faz com que ela tenha inúmeros orgasmos numa questão de minutos. Certamente o caso mais hilariante que apareceu até agora nesta temporada e que serviu para que Chanel #3 (Billie Lourd) e Cassidy (Taylor Lautner) pudessem apostar mais um pouco na sua relação.

Chanel #3 confessa que nunca teve um orgasmo na vida e Cassidy tem o prazer de resolver esse assunto. Entretanto, o rapaz confessa que, após um coma alcoólico há alguns anos, morreu e é agora um fantasma. Decidiu então tornar-se médico para tentar encontrar uma explicação para si próprio.

Taylor Lautner já é uma adição dolorosa à série e conseguiram tornar a sua personagem ainda mais ridícula. Aproveito para dizer que Chanel #3 era bem mais interessante durante a sua atração por mulheres do que agora.

Com o número de mortes a aumentar exponencialmente, Munsch, as Chanels e a melhor detetive da televisão americana, Denise Hemphill (Niecy Nash), decidem visitar o único sobrevivente da dita festa de Halloween. O homem, de nome Lynn (Alec Mapa), explica o massacre às mãos do Green Devil e o envolvimento de uma mulher grávida no assunto, cujo bebé parece ser o atual serial killer. Nada que nós já não soubéssemos, mas é sempre bom assistir a uma cena em que Denise está presente.Scream Queens

Enquanto isso, Cheri é curada do seu problema com os orgasmos, mas, à semelhança de todos os outros pacientes, acaba por ser morta pelo assassino, que ataca também Chamberlain (James Earl), mas, por alguma razão, decide poupar Zayday (Keke Palmer). Já na temporada anterior o Red Devil tinha uma paixão estranha por Zayday, mas sejamos sinceros é impossível não gostar dela, certo?

Chad, com medo de perder Chanel (Emma Roberts) e com medo que as suspeitas de homicídio caiam sobre si próprio, decide pedir a protagonista em casamento. Após uma preparação apressada e altamente irrealista, Chanel desfila no altar, com todo o elenco presente, até que o cadáver de Chad cai do teto, coberto em sangue.

Embora Chad fosse a personagem mais irritante que alguma vez surgiu nesta série, isto apenas mostra que Scream Queens já não tem medo de eliminar personagens principais e que a fasquia está a ficar cada vez mais elevada. Parece que ainda não é desta que Chanel encontrou o amor da sua vida.

NOTA: 7/10