moda-lisboa-together
Fotografia: Divulgação

ModaLisboa Together: 5 momentos a não perder

ModaLisboa Together começou ontem, nas Fast Talks, por discutir o papel da moda na atualidade. O evento só termina dia nove de outubro. Partilhamos consigo os cinco momentos que não queremos perder em mais uma celebração da moda portuguesa.

Sangue Novo

Assistir ao desfile Sangue Novo é incontornável. Há 25 anos que se procura novos talentos através da plataforma de apresentação de trabalhos de jovens designers formados em escolas nacionais e internacionais. Estivemos atentos na ModaLisboa Kiss, na ModaLisboa Timers, na ModaLisboa Curiouser e poderíamos continuar a recuar, não estivesse na hora de olhar para outras coleções. Este ano são 11, a decorrer a partir das 18h, no Pátio da Galé, Praça do Munícipio.

Perante a obrigação de escolher apenas três, estamos curiosas para ver a coleção C+B, de Hermione Flynn, que promete ser socialmente provocante; Manipulation, de Sofiya Malichenko que já realizou um estágio no Atelier de Ricardo Preto; e Effeuiller, de João Oliveira, que surge da necessidade de cruzar a estética do streetwear com a praticabilidade do sportswear. Porque gostamos de números pares, deixamos mais um nome: Carolina Machado com Pure, uma coleção inspirada na obra de Jason Martin, que oscila entre a escultura e a pintura.

À semelhança das edições anteriores, será atribuído um prémio à melhor coleção e um dos designers será convidado pela FashionClash a representar Portugal na próxima edição do evento, a decorrer em Maastricht, em junho de 2017.

Coleção Pure da Carolina Machado
Coleção Pure da Carolina Machado
CO 2.0 e a afirmação da mulher

O novo capítulo da marca de Catarina Oliveira, até agora exclusivamente dedicada à roupa masculina, representa a afirmação da mulher, embora mantenha a visão sporstwear, a atitude e a confiança. Dia sete de outubro, às 20h30, no n.º 31 da Praça do Munícipio. A área expositiva é de entrada livre ao público.

CO 2.0 de Carolina Oliveira
Memórias de um Verão Azul

Inspirada nas memórias do verão de 1990, ano em que a marca foi fundada, a Cia.Marítima aproveita-se da licença poética e apresenta o seu verão 2017. Imagens de conchas, estrelas do mar, escamas de peixe, pranchas de surf e violões, plumerias, algas e corais marcam os prints em tons de azul e verde. Os acabamentos com tranças e nós diferenciados são o ponto alto da coleção. Às 19h30 no Pátio da Galé, Praça do Munícipio.

A protagonista é a Natureza

Dino Alves alerta, com a coleção Warning, para o “futuro próximo, preocupante e assustador pelo qual, nós, seres humanos e gerações vindouras iremos passar, sofrendo assim, as consequências.” Uma história que, triste mas realista, é ainda assim um pouco romântica. É ainda um prenúncio de um novo projeto, afirmam. Por enquanto, podemos imaginar, às 23h, no Pátio da Galé, Praça do Munícipio.

Coleção Warning de Ricardo Preto
Coleção Warning de Ricardo Preto
É hora do recreio

A Playground by Banda vai apresentar, no dia oito, às 17h, parte da sua coleção para o verão 2017 no Wonder Room, na Praça do Munícipio. Num espaço lúdico, criativo e divertido, a marca desenvolve peças únicas e personalizadas que podem sair diretamente do playground para a rua. Entrada aberta ao público.

O adeus e o programa completo da ModaLisboaTogether

No último dia, nove de outubro, destaca-se o desfile Do You See Me?, de Ricardo Preto. Inspirado na beleza luxuriante das Filipas e nas linhas puras da Arquitetura moderna, apresenta o compromisso entre a estrutura e o fluir da Vida. É possível ver o programa completo aqui.

Mais Artigos
Festival da Canção
Festival da Canção. Final perde espectadores e é menos vista que a primeira semifinal