dsc_2575
Fotografia: ESPALHA-FACTOS/JOÃO MARCELINO

MAAT com entrada gratuita até março de 2017

O novo Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia será de entrada gratuita até março de 2017. A abertura oficial ocorreu esta quarta-feira com quatro salas expositivas e foram contabilizados 15 mil visitantes entre o 12h e as 19h.

A celebração da abertura do MAAT, na qual o Espalha-Factos esteve presente, realizou-se com entrada gratuita. Milhares de pessoas concentraram-se em Belém para o visitar. Estava previsto que a entrada passasse a custar 5€ a partir desta quinta-feira e que, a partir de março, com a obra no interior completa, o ingresso subisse até aos 9€.

Perante a dimensão das filas, os visitantes foram informados de que a entrada ao novo edíficio, projetado pela arquiteta britânica Amanda Levete, será gratuita até março de 2017 para que todos os interessados o possam conhecer. Pedro Gadanho, diretor do museu, declarou à agência Lusa que, contudo, “as pessoas não quiseram abandonar o local.” 

A ponte pedonal sobre a via-férrea junto ao Museu Nacional dos Coches chegou a ter de ser encerrada pela PSP e os visitantes estão a ser aconselhados a utilizar a ponte pedonal junto à antiga Feira Internacional das Indústrias (FIL), assim como a ponte pedonal subterrânea que liga o Centro Cultural de Belém ao Padrão dos Descobrimentos. Segundo o diretor do museu, está prevista a construção de mais uma ponte pela Fundação EDP e outra pelo museu dos coches que “já deveria ter sido construída”.

O novo museu envolve um espaço global de 38 mil metros quadrados e o edifício foi projetado pelo ateliê AL_A, num investimento de 20 milhões de euros pela EDP. Até março, a Central Tejo está a funcionar em pleno, com entrada a 5€, e o edifício novo terá apenas o seu átrio central, com a peça de Dominique Gonzalez-Foerster, aberto.

Mais Artigos
futebol fita isoladora centralização dos direitos televisivos
Futebol. Centralização dos direitos televisivos traz-nos “mais perguntas que respostas”