Shameless

Shameless 7×01: Frank (e o resto da família) está de volta

A sétima temporada de Shameless estreou mais cedo do que o comum – normalmente costuma chegar em janeiro – e a família americana mais descarada está de volta, bem como o próprio Frank (William H. Macy), que parece estar vivo e de boa saúde. O novo episódio, intitulado Hiraeth, estreou no canal Showtime no dia 2 de outubro.

O episódio começa com aquilo que é provavelmente a melhor sequência que alguma vez vimos em Shameless. O coma de Frank é representado através de um eterno mergulho debaixo de água, onde ele se depara com tudo aquilo que o atormenta, incluindo a família e o álcool. Não faço ideia de como esta cena foi filmada, mas não há dúvidas de que foi a melhor maneira de lançar uma temporada.

Frank passado um mês, estando agora impossibilitado de usar as pernas e tendo uma cadeira de rodas como melhor amiga. Nem uma estadia prolongada no hospital o faria mudar de personalidade. Na primeira oportunidade, Frank volta a agarrar-se às cervejas no bar Alibi e a assaltar a casa da sua própria família, a qual deixa bem claro que jamais voltará a querer a presença dele. Como se costuma dizer, velhos hábitos custam a morrer.Shameless

Fiona (Emmy Rossum) parece estar no caminho da redenção, fechando as portas a qualquer possibilidade de uma relação amorosa e focando-se no seu trabalho. Infelizmente, depressa descobre que ser gerente do restaurante é um trabalho demasiado exigente e muito mal pago. Ainda assim, espero que esta mudança seja para durar, porque durante seis temporadas Fiona andou simplesmente a saltar de homem em homem.

Lip (Jeremy Allen White) despede-se da clínica de reabilitação, mas parece estar a seguir as pegadas do seu pai ao ser incapaz de corrigir erros passadas. Embora em doses menores, Lip continua a beber e parece não ter qualquer rumo para a sua vida, acabando por arranjar trabalho no restaurante de Fiona. Embora Lip sempre tenha sido a figura masculina proeminente da série, é bom ver que nem ele é imune a recaídas e resta esperar que ele se consiga orientar rapidamente.

Carl (Ethan Cutkosky) descobre que a sua namorada, Dominique (Jaylen Barron), está hesitante em fazer sexo oral por ele não ser circuncidado – e, aparentemente, é o único da família a sofrer de tal desgosto. Como tal, decide pegar no dinheiro que ganhou com os seus esquemas da temporada anterior e pagar a operação. Ou ele não tem noção do risco que isto representa para um rapaz de 16 anos ou deve gostar mesmo de Dominique e está disposto a tudo para que as coisas entre ambos resultem.Shameless

Debbie (Emma Kenney) está a caminho de se tornar a pior mãe do mundo quando começa a roubar os berços das outras pessoas e a vendê-los na internet como forma de ganhar dinheiro fácil. Depois usa o dinheiro para contratar uma ama, que cuidará da sua filha enquanto Debbie tem o seu sono de beleza e se dedica aos estudos. Pessoalmente parece-me apenas uma desculpa para Debbie ignorar que, de fato, não estava preparada para ser mãe. Resta ver até quando ela conseguirá manter esta fachada.

Kevin (Steve Howey), Veronica (Shanola Hampton) e Svetlana (Isidora Goreshter) continuam a sua relação a três, tanto na privacidade do seu lar como na gestão do bar. Svetlana revela ser um génio da matemática e toma controlo em tudo o que toca a contas e impostos, apercebendo-se de que o Alibi está em risco de ir à falência. Já disse antes e repito: Svetlana é a melhor personagem que alguma vez surgiu nesta série. Ela sabe as qualidades que tem e não tem medo de dizer o que lhe vai na cabeça, sendo a personificação perfeita de um espírito livre.Shameless

Ian (Cameron Monaghan) fica desconfiado quando o seu namorado, Caleb (Jeff Pierre), começa a passar demasiado tempo com uma amiga, Denise. Mas não tem problema nenhum, já que ele é gay, certo? Errado. No final do episódio, Ian e Lip decidem seguir Caleb e encontram-no aos beijos com Denise. Se isto for uma desculpa para Mickey (Noel Fisher) sair da prisão e retomar a sua relação com Ian, eu estou completamente de acordo.

Fica encerrado o primeiro episódio Shameless desta sétima temporada, que nos confirma que a maioria das personagens continuam fiéis a si mesmas e a cometer os mesmos erros que todos adoramos ver. O meu único problema recai sobretudo em Frank, porque o seu papel de pior pai do mundo já foi suficiente durante seis temporadas. Agora está a tornar-se simplesmente insuportável e deixa de ser engraçado para se tornar quase num inimigo.

NOTA: 9/10

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Recrutamento Janeiro 2021
Podcasts e Redes Sociais: Espalha-Factos abre novo recrutamento