8n95_tp_00009r_0

A Rapariga no Comboio: o erro do conteúdo sobre a forma

Depois de três romances fracassados, o primeiro livro – e primeiro thriller – escrito sob o próprio nome catapultou Paula Hawkins para as luzes da ribalta. A Rapariga no Comboio (The Girl on the Train) tornou-se rapidamente num best seller e a indústria de Hollywood não perdeu tempo em adaptar a história ao grande ecrã.

Tate Taylor, que também realizou As Serviçais (The Help) leva o espetador a percorrer a ferrovia que atravessa o Hudson, nos subúrbios de Nova Iorque, acompanhado por Rachel. Representada por Emily Blunt, a conturbada personagem vai vivendo a vida dos outros enquanto tenta esquecer-se da sua. Viciada na rotina e no hábito, Rachel acaba por ceder às tentações de se envolver nas histórias que até então não passavam do vidro do comboio.
Desconhecendo os méritos literários da obra, A Rapariga no Comboio acaba por não justificar a aclamação que o livro homónimo tem reunido junto do público. Conta o The Guardian que Hawkins desenvolveu mesmo a versão 2.0 de Gone Girl, escrito por Gillian Flynn. Pois bem, se no papel são concedidas semelhanças – quer no estilo, quer no drama – na fita as duas produções afastam-se, sendo, contudo, evidente uma influência clara da película de David Fincher.
Sem grandes brilhantismos, o guião apresenta alguns momentos intensos, reforçados pela capacidade de representação de Blunt; com recurso a um esforço emocional fácil de comover, é a prestação da atriz britânica que acaba por fazer subir a fasquia da produção. Tate Taylor, talvez convencido da força dramática da trama, não se preocupou em fornecer ao público planos cinematograficamente mais desafiantes. Ainda assim, A Rapariga no Comboio usufrui, a espaços, de interessantes imagens, muito graças à beleza natural do set ao largo do rio.
Além de Emily Blunt, também Haley Bennet, que interpreta a confusa e frustrada Megan, pauta a obra pela positiva. A atriz de 28 anos demonstrou que tem potencial para papeis mais intricados do que aqueles que têm marcado a sua carreira.
000c1f49-572
A Rapariga no Comboio tem direito a data especial de estreia, chegando esta quarta-feira, dia 5 de outubro, às salas de cinema portuguesas.
6/10
Ficha técnica
Título: A Rapariga no Comboio
Realizador: Tate Taylor
Argumento: Erin Cressida Wilson, Paula Hawkins
Elenco: Emily Blunt, Justin Theroux, Haley Bennet, Rebecca Fergunson
Género: Mistério, Thirller
Duração: 112 minutos
Mais Artigos
Woody Allen
HBO recusa remover os filmes de Woody Allen da plataforma