Príncipe

E depois de Príncipe? 5 séries espanholas que a RTP2 podia transmitir

Príncipe, transmitida pela RTP2, foi a porta de entrada das séries espanholas no prime-time da televisão portuguesa. O sucesso, que já levou o canal público à terceira posição no horário, não deve ficar por aqui. Por isso mostramos cinco produções que apostamos que fariam boa figura na televisão ‘culta e adulta’.

Gran Hotel

Príncipe

Drama / Suspense (2011-2013)
39 episódios
Antena 3

É a história do humilde Julio (Yon González) que chega, em 1905, ao Gran Hotel para visitar a sua irmã Cristina (Paula Prendes), encarregada de um dos pisos do mesmo. O problema é que Cristina desapareceu há mais de um mês depois de ter sido acusada de roubar um cliente. Julio decide ficar, trabalhar como camareiro do hotel, e descobrir o paradeiro da irmã.

Avaliada com 8,5 em 10 no IMDB, foi elogiada pela crítica, que a coloca como uma versão latina de Downton Abbey.

Bajo Sospecha

Príncipe

Policial / Drama (2014-2016)
18 episódios
Antena 3

Esta série narra a investigação de dois polícias designados como infiltrados no caso do desaparecimento de uma menina de 10 anos. Víctor Reyes (Yon González) e Laura Cortés (Blanca Romero) protagonizam a trama, sempre sob o olhar atento do seu superior, Comisario Casas (Lluís Homar).

Encerrada ao fim de duas temporadas, a série destacou-se pela qualidade cinematográfica e elogiada realização. Venceu em 2015 o Prémio ATR de Melhor Série Espanhola.

Isabel

Príncipe

Drama / Ficção histórica (2012-2014)
39 episódios
TVE

A vida dos Reis Católicos, em particular da Rainha Isabel I, é o mote para este épico, que relata todo a evolução da governante, desde o seu nascimento até à morte, em três temporadas. A série foi bem recebida pela crítica e pela audiência, constituindo-se como um dos maiores sucessos da televisão pública espanhola.

A divulgação de um período menos presente na vida dos espanhóis, respeitando em geral o rigor histórico, foi uma das caraterísticas mais elogiadas pela imprensa especializada.

Terminou com uma audiência média superior a 3,5 milhões de espectadores e deu lugar a duas sequelas: um filme, intitulado La Corona Partida, que foi lançado em fevereiro de 2016, e uma série sobre Carlos V, chamada Carlos, Rey Imperador, transmitida em 2015.

Tierra de Lobos

Príncipe

Aventura / Ação (2010-2014)
42 episódios
Telecinco

Do mesmo canal que produziu El Princípe, Tierra de Lobos é um invulgar western à espanhola ambientado no século XIX. A série é protagonizada por Álex Garcia e Junio Valverde (César e Román Bravo), que interpretam dois irmãos em busca do pai. Para o encontrarem terão de enfrentar o dono da aldeia – Don Antonio Lobo (Juan Fernández).

Menos unânime do que as suas companheiras deste artigo no que diz respeito à crítica, destaca-se pela proposta irreverente de tentar um drama de cowboys em plena Península Ibérica.

Velvet

Príncipe

Drama (2014 – atualidade)
43 episódios (+ 11 episódios previstos)
Antena 3

Um dos maiores investimentos espanhóis em produção nacional, tem um orçamento estimado de 500.000 euros por episódio. Já a caminho da sua quarta e última temporada, Velvet relata a história de amor entre Alberto (Miguel Ángel Silvestre), o herdeiro de uma das mais prestigiadas lojas de Espanha, as Galerías Velvet, e Ana (Paula Echevarría), que é uma das funcionárias da marca.

A série reconstitui de forma fiável a Gran Via madrilena nos anos 50, demonstrando a sua sofisticação e cosmopolitismo. Já foi vendida para transmissão em várias estações televisivas mundiais, como a M6 (França), Rai (Itália), Lnk (Lituânia), Chilevisión (Chile) e Telefe (Argentina).

As séries selecionadas por este artigo nunca foram transmitidas na televisão aberta portuguesa, embora algumas já tenham tido exibições parciais em canais por cabo.
Mais Artigos
Filomena Cautela
Opinião. Filomena e a virtude de saber que chegou o fim