Após a pausa estival o 5/10 volta para te relembrar que estás a envelhecer. É verdade, FutureSex/LoveSounds de Justin Timberlake já tem uma década.

Grizzly Bear – Yellow House (Warp Records)

Depois do bem sucedido Horn Of Plenty os Grizzly Bear voltaram com esta espécie de “Recordações da Casa Amarela”, um disco profundamente belo e que foi considerado um dos melhores de 2006. Recordá-lo é também torcer para que voltem rapidamente aos dicos, uma vez que não editam desde 2012.

Para ouvir também: Marla, Easier, Plans

The Mars Volta – Amputechture (Universal Records)

Foi o último disco com a mão de Jon Theodore (Queens of the Stone Age) e o primeiro onde Paul Hinojos deu a sua graça. Produzido por deus Omar Rodriguez-Lopez não reuniu o consenso da crítica mas os fãs receberam-no com toda a atenção.

Para ouvir também: Tetragrammaton, Viscera Eyes, El Ciervo Vulnerado

Justin Timberlake – FutureSex/LoveSounds (Jive Records)

Se Justified não retirou a Timberlake o epíteto de ‘boy band‘ estamos em crer que com a quantidade e qualidade dos temas deste segundo disco toda a gente ficou rendida à capacidade de Justin fundir diversos estilos musicais. O toque de Midas de Timbaland também lá está, pois claro, mas o menino do Mickey Mouse Club fez um dos discos mais marcantes dos anos 2000.

Para ouvir também: FutureSex/LoveSound, My Love, What Goes Around… Comes Around

The Black Keys – Magic Potion (Nonesuch Records)

Este é o disco que marca a estreia da editora da dupla Patrick Carney e Dan Auerbach e também a primeira grande tour que os rapazes do posterior Lonely Boy haveriam de iniciar. Magic Potion oferece temas menos diretos, com som mais áspero e riffs sujos.

Para ouvir também: Your Touch, Strange Desire, The Flame

The Rapture – Peaces Of People We Love (Universal)

House of Jealous Lovers pôs meio mundo com os ouvidos nos The Rapture, banda parida pela profícua DFA Records. Ao segundo disco a banda abandonou a label de James Murphy mas Danger Mouse produziu o disco, uma vela rodela de música de dança do século XXI, imeadiato e animado.

Para ouvir também: Get Myself Into It, The Devil, Calling Me