A primeira dama norte-americana Michelle Obama, na passada segunda-feira, 21 de setembro, foi anfitriã de um evento de causas sociais, cujo objetivo passava por relevar a importância do investimento da educação de raparigas que não conseguem ir à escola.

O evento Broadway Shines A Light on Girls’ Education vem na linha do projeto inaugurado por Michelle Obama em 2015, Let Girls LearnPretende acautelar a educação de jovens adolescentes de todo o mundo que não frequentam a escola, e ainda fomentar o investimento em estruturas e ferramentas que as ajudem a alcançar o seu potencial.

Decorrido no Bernard B. Jacobs Theatre, teatro da Brodway, o espetáculo contou com performances retiradas de peças feministas como The Colour PurpleThe Waitress e ainda Wicked.

Contou com a presença de esposas de chefes de estado e diversas personalidades como o conhecido apresentador de televisão Stephen Colbert, a quem ficou a cargo a condução do evento.

Um espectáculo marcadamente musical mas onde também houve espaço para a discussão de um projeto de educação global.

“Mais de 62 milhões de raparigas por todo o mundo contam connosco para que sejamos a sua voz. E eu pretendo continuar a falar em seu nome – não só no restante tempo como primeira dama mas para o resto da minha vida. E espero que todos vocês se juntem a mim.”
Michelle Obama na cerimónia Broadway Shines A Light on Girls’ Education  (fonte: Associated Press)

Junto com Obama, discursaram também três meninas da Jordânia, Paquistão e do Malaúi onde contaram as suas experiências e trabalho humanitário com adolescentes conterrâneas em risco. Sara Bareilles, Rânia, rainha da Jordânia e Gertrude Mutharika, primeira dama do Malaúi marcaram presença e apoiaram a causa.