hm

H&M premeia ideias ecológicas no mundo da moda

A H&M promove pela segunda vez o Global Change Awards, uma iniciativa que pretende premiar com uma bolsa de um milhão de euros as cinco melhores inovações no mundo da moda para a proteção dos recursos naturais.

O objetivo da marca sueca é a proteção do ambiente e das condições de vida humanas, através da inovação da indústria da moda, transformando o processo de produção num “modelo de negócio circular”, refere em comunicado no seu site. No ano passado, entre as ideias premiadas estão um mercado online para sobras de tecidos ou a utilização de microrganismos para a digestão de resíduos de poliéster.

Contudo, para a H&M, transformar a indústria da moda num modelo circular não é apenas reciclar. Por isso mesmo, a marca elegeu três categorias no Global Change Awards 2016: “modelos de negócio circular”, que inclui todas as ideias de reutilização ou prolongamento da vida têxtil; “materiais circulares” que procura novas fibras ou substitutos das peles e “processos circulares” que premeia novos métodos químicos e de impressão.

A marca refere ainda em comunicado estar a ajudar a enfrentar um dos maiores desafios da indústria da moda: criar roupas para uma população que está cada vez mais a aumentar, diminuindo contudo o impacto ambiental do processo.

As candidaturas ao concurso decorrem até ao final do mês de outubro, sendo os vencedores conhecidos em abril do próximo ano. Os candidatos serão avaliados por um júri e mais tarde abrirá uma votação online, em que o público escolhe que valor da bolsa atribuir a cada ideia.

Mais Artigos
Entrevistas de emprego: 7 dicas para gerires melhor a ansiedade