Finda a época sazonal, mas não cessam as artes de espetáculo. Em setembro, os palcos de Portugal continuam a trazer-nos uma programação cultural diversa – e o Espalha-Factos sugere-te aqueles que não podes mesmo perder.

Pessoas estranhas

9 de setembro | 21h30 | Teatro Sá da Bandeira, Porto | Monólogo

Marta Gautier é psicóloga clínica e protagonista dos monólogos Vamos lá então perceber as mulheres. Mas só um bocadinho…, de cariz cómico, e do intimista Conversas Sérias com Marta Gautier. O que farias se não tivesses medo?. Agora regressa novamente ao cómico com Pessoas Estranhas que, depois de passar por Lisboa em junho e julho, se estreia no Porto.

Preço: 13 euros (cadeiras orquestra), 12 euros

Uma Nêspera no Coliseu

15, 16 e 19 de setembro | 21h30 | Coliseu de Lisboa | Comédia

Dos responsáveis pelo podcast de culto Uma Nêspera no cu que, durante duas temporadas, perturbou o país com dilemas peculiares e um sentido de humor desenfreado, chega-nos uma edição especial ao vivo com o trio de protagonistas do costume – Bruno Nogueira, Nuno Markl e Felipe Melo.

Preço: Dos 22 euros (cadeiras orquestra) aos 8 euros (galeria de pé)

O Pato Selvagem

9 de setembro a 9 de outubro | 19h (quarta), 21h (quinta a sábado), 16h (domingo) | Teatro Nacional D. Maria II, Lisboa | Teatro

“A floresta vinga-se.” Uma tragicomédia que faz uso da fábula do pato selvagem que, ferido por um tiro, foge para o fundo de um lago de forma a escapar à superfície – mas é forçosamente salvo por um cão que o retira do fundo do lago e o obriga a uma segunda existência no sótão de uma casa. Uma peça carregada de simbolismo, e um questionar do significado da verdade nas nossas vidas.

Preço: 17 euros (plateia); 13 euros (1º balcão); 10 euros (lugar de camarote do 1º balcão); 5 euros (2º balcão e lugar de camarote)

Germinal

8 e 9 de setembro | 21h30 | Teatro Municipal Maria Matos, Lisboa | Teatro

O espetáculo que marcou o Alkantara Festival de 2014 volta a apresentar-se no ciclo UTOPIAS. Tendo como premissa “e se pudéssemos começar do zero?“, quatro indivíduos encontram-se num palco vazio e, a partir do nada, iniciam a criação de um mundo novo. Criam uma nova língua, uma história, experimentam com ciência, tecnologia e estruturas sociais e, com um humor ácido, criticam a partir deste novo mundo o funcionamento do nosso

Preço: 14 euros

Bocage – Inferno e Paraíso

1 a 4 de setembro | 21h30 | Fórum Luísa Todi, Setúbal | Musical

Musical inspirado na obra de Bocage, e integrado nas comemorações dos 250 anos do poeta sadino. Um musical com contornos de satírico e cómico, que dá particular destaque à importância dialética do homem e do poeta não só para Setúbal, mas também relacionando-o com outras personalidades de Portugal e do mundo.

Preço: 10 euros (plateia); 8 euros (balcão)

Meu Deus

22 de setembro a 9 de outubro | 21h30 (quarta a sábado), 17h (domingo) | Teatro Tivoli, Lisboa | Teatro

Deus recorre à ajuda de Ana, uma psicóloga, porque está deprimido. Mas a sua aparição  vai criar um turbilhão de sentimentos na vida da psicóloga e na sua relação com o seu filho, um rapaz autista já adulto com quem Ana mantém uma relação especialmente emocional. Uma comédia de temas atuais, ainda que sensíveis.

Preço: 12,50 euros a 22,50 euros

Adishatz/Adieu

20 e 21 de setembro | 21h30 | Culturgest, Lisboa | Teatro

Uma construção do autorretrato íntimo de uma personagem que dança no limbo da adolescência, da masculinidade, das raízes e da família. Um documentário intimista onde a identidade da personagem se vai revelando: ambivalente, complexa, vulnerável, divertida ou triste, homem ou mulher.

Preço: 15 euros; 5 euros para desempregados e jovens até aos 30 anos

Europa, Europa!

 2, 3, 4, 9, 10 e 11 de Setembro | 21h30 | Quinta da Ribafria, Sintra | Teatro

Inspirado no mito grego dos doze trabalhos que Hércules teve de superar para alcançar a imortalidade, Europa, Europa! explora a situação atual da Europa, personificando-a numa rapariga de nome Europa, que tem de vencer os seus pecados civilizacionais – perversão ambiental, violência urbana de origem étnica ou religiosa, consumismo, desigualdades sociais, ausência de recursos naturais… – para alcançar uma unidade europeia futura melhor.

Preço: 12 euros

Um Diário de Preces

22 a 25 de setembro | 21h (quinta, sexta e sábado), 19h (domingo) | Centro Cultural de Belém | Teatro

Foto de Casseres Photography

Foto de Casseres Photography

Baseado no texto homónimo da escritora de culto do “gótico sulista” Flannery O’Connor, Um Diário de Preces é um diálogo de uma alma em convulsão com os limites da criação artística com Deus.

Preço: 10 euros

Esta é a minha cidade e eu quero viver nela

9 a 24 de setembro | 21h30 (quarta a sábado) | Teatro Tivoli, ruas de Lisboa | Teatro

Um projeto de intervenção e questionamento que tem como objetivo (re)descobrir Lisboa, ao levar o seu público pelas ruas da cidade para desvendar as suas memórias e construir uma cidade nova, de forma a fazer o espetador querer viver nela. Uma experiência acerca da vida nas cidades que já passou por Viseu e pelo Porto.

Preço: 8 euros

Vortex Temporum

29 e 30 de setembro | 21h30 | Culturgest, Lisboa | Dança

Um espetáculo que pretende associar o movimento à polifonia, com sete bailarinos, cada um associado a um instrumento, a interpretar a obra homónima de Gérard Grisey. Os músicos e dançarinos acompanham-se e evoluem juntos num mesmo espaço, num vórtice de círculos em turbilhão.

Preço: 20 euros; 5 euros para desempregados e jovens até aos 30 anos

Perdendo amigos

30 de setembro a 2 de outubro | 21h30 (sexta e sábado), 18h (domingo) | Teatro Armando Cortez (Casa do Artista), Lisboa | Stand up

Em cena desde 2015 e premiado como Melhor Stand Up de 2016, Perdendo Amigos de Mauricio Meirelles chega a Portugal. Meirelles aborda temas polémicos como religião, maus tratos aos animais, casamento gay, corrupção, entre tantos outros sem o menor pudor, em textos inéditos, piadas fortes e interações inusitadas com o público.

Preço: 15 euros