A RTP2 foi o canal que mais cresceu nas audiências de julho. De acordo com os números consolidados (Live+7) da GfK/CAEM, a estação pública avançou 0,5 pontos percentuais no share médio. 

O canal estatal registou 2,6% de média no sétimo mês do ano, 0,6 p.p. acima da média anual, que se situa agora nos 2%. As transmissões desportivas apoiaram o resultado, com a Volta à França a ser o principal destaque.

Lê também: A RTP2 tem medo de ter audiências?

A emissão mais vista da competição de ciclismo, a 10 de julho, registou 2% de audiência média e 7,4% de share, sendo acompanhada no top dos mais vistos pelo Campeonato da Europa de Atletismo, com 1,5% de audiência média e 5,6% de share. Também em destaque nos dados mensais de julho, a série britânica O Palácio, com um máximo de 1,4% de audiência média e 3,1% de share.

A estação culta e adulta alcançou em julho a melhor média mensal em 12 meses. Já não chegava tão alto desde julho de 2015, quando registou 2,7% de quota.

TVI lidera, mas quebra pelo segundo mês consecutivo

A TVI continua a somar meses de liderança. Em julho marcou 20,4% de share, contra 17,3% da SIC e 15,2% da RTP1.

Ainda assim, a estação de Queluz piorou 0,7 p.p. em relação ao mês de junho, acumulando uma perda de de 2,6 p.p. desde maio.

O pior resultado comparativo foi, no entanto, da RTP1, que recuou 1,1 p.p face a junho. A SIC conseguiu, principalmente nos últimos dias do mês, recuperar ligeiramente. Subiu 0,2 pontos percentuais face a junho. Mas continua 0,7 p.p atrás da média anual (18%).

top_julho

Euro 2016 não deu hipótese

10 dos programas do top30 de julho estão diretamente ou indiretamente relacionados com o Euro 2016, sendo a RTP1 a estação que mais beneficiou com a caminhada vitoriosa da Seleção Nacional na competição.

top_julho