No passado fim de semana, surgiram rumores de que estaria para vir um jogo de Harry Potter ao estilo de Pokémon Go, coincidindo com o lançamento do novo livro da respetiva saga, Harry Potter and the Cursed Child – Parts I & II. No entanto, segundo avança o PÚBLICO, parece que esse anúncio não passou de um ‘truque de magia’, não havendo até agora evidência da autenticidade do lançamento de tal jogo, supostamente em 2017.

Vários jornais e blogues ajudaram o rumor a tornar-se viral, mas, ao realizar uma pesquisa à raiz deste anúncio, é possível verificar que os artigos que primeiro citaram a entrevista a Marcos Figueroa, responsável da Niantic, remetiam para a IGN através de um link que não está a funcionar. Porém, não se sabe ainda se foram removidos ou se nunca existiram.

Para além destas evidências, é possível verificar que um dos sites que deu alento à viralidade deste falso alarme é ele próprio uma página de notícias falsas, o JTXH News, estando a sua homepage em branco.

A crescer sem truques de magia está a petição para que o jogo efetivamente exista e que já conta com 40 mil assinaturas, bem como sugestões para as funcionalidades do jogo. Entre estas, pede-se que seja possível utilizar o feitiço Expelliarmus! para desativar a aplicação do jogador alvo por alguns momentos.

Partir na aventura em busca das sete relíquias da morte e dos objetos necessários para as destruir (espada de Gryffindor ou as presas de um basilisco) é outra das várias sugestões dos fãs. Mas a aventura não se quer por aqui e pede-se que seja possível ir em busca de criaturas mágicas como hipogrifos, dragões ou goblins, “em honra do novo filme, Fantastic Beasts and Where To Find Them”, como se pode ler na petição.

Veremos se, apesar de tudo, a Niantic irá satisfazer o desejo dos fãs de dar um toque de feitiçaria ao estilo de Hogwarts nas suas realidades quotidianas.