O filme O cinema, Manoel de Oliveira e eu, da autoria de João Botelho, vai ter a sua estreia comercial no dia 13 de outubro.A estreia comercial de O cinema, Manoel de Oliveira e eu terá lugar em sessões que contarão ainda com a passagem da curta-metragem Ascensão, de Pedro Peralta. O trabalho de João Botelho trata-se de um documentário que foi exibido pela primeira vez em abril, no IndieLisboa.

Nesta obra cinematográfica, o cineasta expressa a sua admiração por uma das suas grandes referências cinematográficas, Manoel de Oliveira, que morreu em 2015, aos 106 anos.

Ainda antes de ser exibido nas salas de cinema, o filme vai fazer uma passagem pelo festival de cinema de Locarno, na Suiça, em Agosto.

João Botelho apresenta-se como o narrador no desenrolar do filme, recordando como conheceu Manoel de Oliveira quando ainda andava na escola de Cinema e revelando alguns excertos dos filmes que mais apreciava neste cineasta.

Numa das passagens, João Botelho chega mesmo a afirmar: “como um pai, ensinava-me cinema”.

Destaque também para a curta-metragem que irá acompanhar a exibição comercial de O cinema, Manoel de Oliveira e eu, Ascensão, que ganhou um prémio no IndieLisboa.