collage

5 discos que comemoram 10 anos em julho

Sim, passaram dez anos desde que os Muse lançaram o seu disco mais vendido de sempre mas também desde que Thom Yorke dos Radiohead se estreou a solo. E ainda…

Muse – Black Holes and Revelations (Warner Bros)

Faltava ainda um certo tempo para os drones, mas já os Muse punham o dedo nas feridas das sociedades contemporâneas com um disco carregado de crítica social – mas também algum amor à mistura. Campeão de vendas, Black Holes and Revelation pode dizer-se que foi o disco que firmou a carreira que os Muse haviam encetado com Showbiz (1999).

Para ouvir também: Supermassive Black Hole, Invincible, Knights of Cydonia

TV On The Radio – Return to Cookie Mountain (4AD)

Os TV On The Radio superaram bem a tarefa do “difícil segundo álbum” com um disco que lhes deu aquela que é possivelmente a sua música mais ouvida, mais pedida, mais conhecida – e uma das melhores também. Falamos de Wolf Like Me, onde Katrina Ford dos Celebration dá uma perninha. Aliás, David Bowie e Kazu Makino (Blonde Redhead) também colaboram neste fabuloso disco da banda de Brooklyn.

Para ouvir também: Province, Hours, Wash the Day

Thom Yorke – The Eraser (XL Recordings)

Também produzido por Nigel Godrich, com quem os Radiohead sempre trabalharam, o primeiro registo a solo de Thom Yorke, não sendo obviamente uma continuidade do seu trabalho na banda, revela a tendência para toadas mais eletrónicas que Kid A ou Amnesiac já tinham revelado. Fortemente politizado, enriquecido pelas ilustrações do já habitual Stanley Donwood, é um dos discos obrigatórios em qualquer coleção.

Para ouvir também: Analyse, Black Swan, Cymbal Rush

Sufjan Stevens – The Avalanche (Rough Trade Records)

The Avalanche: Outtakes and Extras from the Illinois Album no seu título original, é isso mesmo: 75 minutos de 21 temas de outtakes do disco lançado no ano anterior – intitulado Illinois, pois claro – pelo geniozinho do Michigan. Uma viagem especial pelo universo de Sufjan e uma excelente companhia para uma road trip.

Para ouvir também: Chicago, No Man’s Land, Cymbal Rush, The Undivided Self (For Eppie and Popo)

Pharrell Williams – In My Mind (Interscope)

O disco de estreia a solo da estrela de Happy aconteceu depois de muitos discos produzidos e apresentou uma mão cheia de colaborações de peso: Jay Z, Kanye West, Snoop Dog, Pusha T. ou Gwen Stefani. Apesar de a crítica não lhe reconhecer a mesma qualidade dos trabalhos com os Neptunes ou N.E.R.D a verdade é que, sabemos agora, Pharrell estava bem lançado para o trabalho em nome próprio.

Para ouvir também: That Girl, Angel, Number One

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
J. K. Rowling
Novo livro infantil de J. K. Rowling vai ser publicado gratuitamente online