Yahoo anunciou ontem que as suas atividades na internet vão ser vendidas à Verizon, empresa norte-americana de telecomunicações, por 4,4 mil milhões de euros. As atividades na internet da Yahoo incluem o serviço de e-mail e de notícias, entre outras plataformas.

Atrás da Google e do Bing, o motor de busca da Yahoo não conseguiu singrar no mercado apesar da contratação de uma ex-funcionária da Google, Marissa Mayer, para o cargo de CEO. A empresa apresentou um prejuízo de 489 milhões de euros no primeiro semestre do ano.

Depois da AOL, Verizon investe na Yahoo

A aquisição deverá ficar concluída em 2017, mas Mayer garante que a “Yahoo é uma empresa que mudou o mundo e continuará a fazê-lo através da ligação com a Verizon e a AOL”.

Já o presidente da VerizonLowell McAdam, mostra interesse na criação de “um grupo internacional de ‘media’ de primeira linha”. Pretende ainda “ajudar a acelerar as receitas em publicidade ‘online’ com este investimento.

Verizon torna-se, então, detentora de marcas como a Yahoo, Tumblr, AOL, Flickr e Huffington Post.