https://thegrb
Foto: Thegrb.wordpress.com

‘Kaharlyk’: A obra que evitou a censura russa

Trechos de Kaharlyk foram publicados na rede social como tentativa de evitar a censura das forças secretas russas durante os protestos na Praça de Maiden (Ucrânia). O livro centra-se na vida de um homem cujo cérebro foi controlado pelo exército Russo.

Enquanto os protestos se realizavam em Kiev, em 2010, o jornalista e autor ucraniano Oleh Shynkarenko afirmou ter esperança que um grupo de rebeldes assassinasse o então presidente Viktor Yanukovych. A brincadeira não foi bem aceite e Shynkarenko foi interrogado por forças especiais ucranianas e alguns posts do seu blogue eliminados. A invasão de privacidade levou o autor a publicar pequenos trechos (não mais de 100 palavras) no Facebook de um futuro pós apocalíptico cuja violência se assemelha aos protestos Euromaidan de 2013 e 2014.

Excerto do documentário Winter on Fire: Ukraine’s Fight For Freedom onde se podem ver protestantes anti-governo. 2014. Foto: theguardian.com
Excerto do documentário Winter on Fire: Ukraine’s Fight For Freedom onde se podem ver protestantes anti-governo, 2014. Foto: theguardian.com

O livro Kaharlyk, cuja publicação está planeada pela editora Kalyna Language Press, fala de um homem que perdeu a memória após o exército Russo ter utilizado o seu cérebro para controlar satélites.

A revista  Index on Censorship publicou um pequeno excerto da obra na sua edição mais recente. A sua editora, Rachel Jolley, afirmou Quando a Praça Maidan se encheu de protestantes, [Shynkarenko] começou a registar pequenos pensamentos sobre a Ucrânia no futuro. Partilhou-os depois entre amigos e familiares no Facebook quando os posts no seu blog foram eliminados.”

E continua “o Facebook é um espaço mais livre e não dado aos caprichos das autoridades Russas. Algumas das descrições refletiam a violência à volta dele [do autor]. Sem dúvida que o que ele criou resulta dos seus medos quanto ao futuro do seu país e às restrições de pensamento que cada vez mais são impostas na Ucrânia.

A narrativa está a ser traduzida para inglês por Steve Komarnyckyj. O seu autora trabalha agora para a Ukrainian Helsinki Human Rights Union em Kiev.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
kill bill
‘Kill Bill’. 17 anos do expoente do cinema contemporâneo