Quem entrou pelas portas do espaço Village Underground, em Londres, no dia 13 de junho, voou de imediato até Lisboa. Naquela sala de espetáculos, ouviu-se, sentiu-se, provou-se e viveu-se Portugal.

Mesas quadradas, rodeadas por cadeiras de madeira, toalhas axadrezadas, garrafas de vinho, pão e outros petiscos: tudo isto para recriar ate ao mais ínfimo pormenor a típica Casa de Fados dos bairros lisboetas.

Once in Fado, uma produção musical interativa, nasceu pelas mãos de Manuel Marçal, fundador da Fatum, uma promotora de eventos associados a este estilo de música. Escrito por Tiago Torres da Silva e encenado por Matilde Trocado, tinha como objectivo “explicar o fado aos estrangeiros”, tudo de uma forma leve e engraçada.

Quando as luzes se apagam, somos convidados a fechar os olhos e a abrir o coração, para que nos permitamos a acreditar que tudo aquilo não passa de um sonho, de uma recriação e de uma imaginação e de facto a realidade.

Uma viagem pelo mundo da paixão e do destino

Os fadistas Matilde Cid, Maria João Quadros e Francisco Salvação Barreto subiram a palco e, tendo como fio condutor a história de dois amantes, guiaram-nos a três vozes pelo mundo da paixão e do destino. A eles juntou-se mais tarde Diana Castro, uma cantora portuguesa conhecida também nos palcos da Broadway, que representava aqui o papel de jovem inglesa, neta de um português, que sabia desde muito cedo que a palavra mais importante do mundo é a “saudade”.

Do fado menor ao fado corrido, todas as grandes vozes da música mais querida dos portugueses foram apresentadas. Os êxitos de Amália Rodrigues juntaram ao espetáculo as vozes da plateia e, no fim, ou não fosse este o dia de Santo António, houve ainda tempo para uma marcha: Cheira Bem, Cheira a Lisboa.

Quando o sonho chegou ao fim, era fácil de compreender que todos estavam satisfeitos: o espetáculo cumpriu aquilo a que se comprometeu e ainda foi mais longe, encantando portugueses e ingleses, que ficaram com vontade de repetir a experiência.

Agora é hora de partir para outros palcos e encantar outros países: França, Luxemburgo e Suíça são os próximos a receber o Once in Fado, mas já há convites para apresentações em outras cidades do Reino Unido e também no Brasil e na China.