NOS Primavera Sound dia 11 19
Mariana Gomes

5 anos, 5 coisas do NOS Primavera Sound 2016

NOS Primavera Sound celebrou cinco anos em 2016. Por isso, o Espalha-Factos recorda-te cinco coisas da quinta edição, que teve Brian WilsonSigur RósPJ Harvey entre os cabeças de cartaz.

5 melhores concertos

A “edição que quebrou recordes”, como alguns já lhe chamam, trouxe ao Porto alguns nomes muito importantes da atualidade. Uns foram uma desilusão pura e crua, outros vão ficar cravados na mente dos festivaleiros pelos melhores motivos. A primeira lista apresenta-te os melhores concertos da quinta edição do NOS Primavera Sound.

Brian Wilson performing Pet Sounds

É verdade que Brian Wilson já não caminha para novo. Não foi o concerto mais bem tocado da história da música ao vivo. Mas não estaremos a ser injustos se nos concentrarmos apenas no palco? É preciso olhar para o público, para a felicidade das caras das pessoas que assistem. E é isso que o concerto do ex-Beach Boys trouxe: alegria contagiante que se estendeu por todo o Parque da Cidade.

Car Seat Headrest

Este é outro concerto feito pelo público. Recordemos as palavras do baterista: “We were in the other Primavera in Barcelona. The crowd there might have been twice as big. But you were twice as loud.” É errado pensar que o Primavera do Porto é uma versão barata do de Barcelona. O público que o diga. Não somos tantos, mas somos mais festivos. O ambiente no concerto dos Car Seat Headrest foi algo que não se tinha visto antes. No final, a banda só conseguia agradecer.

Moderat

Moderat tinha tudo para correr mal. Tocavam às 01h00 do último dia, ao mesmo tempo de Ty Segall & the Muggers. É verdade que muitos sucumbiram ao cansaço sentido e foram ter uma noite de descanso. Mas os que ficaram – e não foram poucos – ficaram rendidos à banda alemã de eletrónica. A banda composta por ApparatModeselektor fechou de forma brilhante o palco principal da edição que quebrou recordes. O público que os viu não os vai esquecer.

Algiers

Algiers foram uma das surpresas do festival. A tocarem a seguir a Linda Martini, tinham a difícil tarefa de convencer o público a ficar. Este é um daqueles concertos aos quais não se pode assistir na orla do palco, a conversar e a viajar entre o relvado e a tenda da cerveja. Algiers exige concentração – e que liguemos o cérebro. A banda liderada por Franklin James Fisher entregou-se de corpo e alma à mensagem das suas músicas. Nota de destaque para o baixista Ryan Mahan que surpreendeu pelo excentricidade em palco.

PJ Harvey

Para mim, o melhor concerto do festival. A cantora britânica superou todas as expectativas ao apresentar The Hope Six Demolition Project. A banda, experiente, deu alma às mensagens controversas das músicas do último álbum. De realçar músicas como The Community Of HopeRiver Anacostia ou The Ministry of Defense pelo forma poderosa que assumem ao vivo. De ficar na memória.

5 melhores fotos

A melhor amiga de um repórter é a fotojornalista. Como não podia deixar de ser, o Espalha-Factos presenteou os internautas com boas fotos – e, esperamos, bons textos também. Aqui ficam as cinco melhores fotos tiradas no NOS Primavera Sound 2016, escolhidas pela própria Mariana Gomes.

NOS Primavera Sound 32
Sigur Rós

NOS Primavera Sound dia 11 31

NOS Primavera Sound dia 11 26
Chairlift
Algiers
Algiers
NOS Primavera Sound dia 10 46
PJ Harvey

5 melhores momentos

“FISH!”

Enquanto cantava Down By The Water – canção famosa por conter no refrão “big fish, little fish” -, PJ Harvey repara que no meio do público está, claro, uma bóia em forma de tubarão. A rir-se, aponta e diz “FISH!“.

Ty Segall vs. Security guards

Hey, you, security guards. I don’t know why you guys are being so aggressive. Do not be so aggressive. Do not pull people out. Are you crazy? Where did you go to school for this? Where did you learn how to do your job? Please be nice to people.” Tudo dito.

https://youtu.be/Wttj6RZcNME?t=34m31s

O melhor final de concerto dos Car Seat Headrest

Os Car Seat Headrest não esperavam um público que conhecesse as suas músicas. Muito menos um público que continuasse a cantar mesmo quando a banda já tinha saído. O melhor público de todo o festival, garantido.

https://youtu.be/5sffxTeuDZ4?t=22m10s

O melhor baixista de sempre

Como já foi acima dito, Ryan Mahan surpreendeu pela excentricidade em palco. O baixista dos Algiers apresentou os melhores movimentos de dança que um baixista alguma vez teve.

https://youtu.be/ttXnG9Uj0TU?t=2m30s

Músicas que começam no NOS Primavera Sound

As Savages são conhecidas por terem tanto de controverso como de powerful. O concerto no NOS Primavera Sound juntou isso. Mas teve direito a declaração de amor também. A música Fuckers, confidencia a vocalista, começou a ser imaginada há três anos, no mesmo festival aquando da passagem da banda pelo Porto.

https://youtu.be/dwgKdBWnMcI

No próximo ano, o NOS Primavera Sound regressa nos dia 8, 9 e 10 de junho com a promessa de ser cada vez melhor. O Espalha-Factos despede-se já a contar os dias para 2017.

Mais Artigos
Morgan Freeman
Morgan Freeman: 5 filmes para celebrar o seu aniversário