960

‘Saga – Volume quatro’: “Tens de ser corajoso antes de seres bom”

Saga – Volume quatro, de Brian K. Vaughan Fiona Staples, reforça a qualidade de uma história vastíssima acerca da luta de uma jovem família para encontrar o seu lugar no universo. Com Hazel já suficientemente crescida para andar, Alana Marko continuam a tentar sobreviver, não só aos adversários, como às dificuldades que sentem numa galáxia hostil, que tudo faz para os separar.

Este quarto volume começa com o nascimento de um novo símbolo. Vaughan aproveita para nos relembrar que Saga não é apenas a história de dois mundos sempre em guerra, mas de todos os outros mundos envolvidos na narrativa belicista, como um planeta anão, intitulado Reino Robot.

“Como todos os filhos do meio, o Reino escolheu com muito cuidado o lado em que se colocou.” – Hazel em Saga – Volume quatro

Num outro planeta, GardéniaMarko cuida de Hazel, enquanto Alana trabalha num circuito aberto de televisão, ainda que sempre protegida por uma máscara, uma vez que continuam a ser perseguidos pelos freelancersGwendolynGardénia é um planeta feio, com um clima maravilhoso. Embora neutral na guerra, alguns dos seus habitantes odeiam os “cabrões alados” de Terravista.

Enquanto a princesa Robot dá à luz e os problemas entre Alana Marko começam subtilmente a surgir, o Príncipe Robot IV encontra-se, drogado, num bordel em Sextilião. Mas não é o único susceptível a alucinogéneos. Parece que Alana descobre uma forma de fugir ao desgaste emocional, refugiando-se em Desvanece, droga utilizada por todos os trabalhadores do Circuito Aberto.

“Vá lá, tens de ser corajoso antes de seres bom.” – Ginny em Saga – Volume quatro

O novo obstáculo a ser ultrapassado já nada tem a ver com mercenários a soldo ou monstros alienígenas, mas com a rotina desgastante e uma vizinha atrevida. Alana Marko terão de aprender a lidar com as frustrações de tentar viver como um casal normal que, ainda assim, continua a inverter papéis, com ela a ganhar dinheiro e ele a cuidar da filha, numa luta clara dos autores também contra os estereótipos. 

Por outro lado, a subtrama que envolve o Reino Robot continua a ganhar destaque. O novo recém-nascido é raptado por Dengo, o zelador da princesa Robot, que perdeu um filho por ser “um plebeu sem seguro” e que acredita ter encontrado uma forma de “ajudar todas as crianças do Reino Robot, até à última, sem olhar a linhagens.” A solução está no Circuito Aberto de Gardénia e é, por isso, que este volume é também a história da separação de Alana Marko, mas não o fim da história, claro está.

Saga continua a abordar temas contemporâneos, para além de mostrar como é educar uma criança num mundo hostil (e todos os mundos são mais ou menos hostis), como drogas, homossexualidade, o potencial que os romances e até a televisão têm na mudança de comportamento dos leitores e espetadores, multiculturalidade e a diversidade estética que se lhe associa. Podes ler também a crítica ao volume um, dois e três.

Saga já venceu oito Prémios Eisner, destacando-se os três prémios consecutivos como Melhor Série em Continuação, em 2013, 2014 e 2015. Foi ainda premiado com um Hugo como Melhor História Gráfica e seis Harveys como Melhor ArgumentoMelhor ArtistaMelhores CoresMelhor Nova SérieMelhor Série Limitada Melhor Single Issue (melhor número solto de uma série).

Saga é publicada nos EUA em arcos de histórias de seis números. Saga – Volume quatro, publicado pela G. Floy Studio, inclui os números nove a 24 do comic regular. O volume cinco da versão portuguesa está previsto para o outono de 2016.

Páginas de Saga – Volume quatro disponibilizadas pela G. Floy Studio:

Nota: 10/10

 

Ficha Técnica

Título: Saga – Volume Quatro

Argumento: Brian K. Vaughan

Arte: Fiona Staples

Coordenador: Eric Stephenson

Publisher: Christine Meyer

Editor e Tradutor: José Hartvig de Freitas

Grafismo e Legendagem: Rui Alves

Editora: G. Floy Studio

Páginas: 152

Preço: 10,99€ in Fnac

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.