phpThumb
Imagem: RTP

Festival Silêncio de volta ao Cais do Sodré com homenagem a Ana Hatherly

O Festival Silêncio está de volta a Lisboa, ao Cais do Sodré, de 30 de junho a 3 de julho deste ano. Nesta sexta edição, além do habitual rol de atividades que visa unir a palavra às várias áreas de expressão artística, o Festival contará ainda com uma homenagem a Ana Hatherly, escritora, professora e artista plástica portuguesa.

O Festival Silêncio – Festa da Palavra afirma-se como um espaço que, através de atividades de foro cultural e artístico como concertos, teatro, dança, performances, debates e exposições, pretende unir a palavra à arte. Todos os anos, no âmbito do festival, são introduzidos ciclos temáticos tendo por base uma palavra e um escritor; este ano, a palavra escolhida é “Fronteiras” e a escritora, Ana Hatherly.

O tema “Fronteiras” será base do Ciclo Fronteiras, contará com três conferências, com o filósofo francês Étienne Balibar, o jornalista José Goulão e o poeta e ensaísta Chus Pato. O programa conta ainda com conversas sobre o tema na sociedade contemporânea, um ciclo de cinema inserido no projeto “O Cinema e o Mundo – estudos sobre espaço e cinema” do Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa, performances e poesia ao vivo.

Imagem: Agenda 7 Coimbra

Este ano, será ainda homenageada Ana Hatherly, no Ciclo Ana Hatherly: Anagrama da Escrita, que contará com exposições, uma mesa-redonda sobre a obra da escritora, a exibição do documentário Ana Hatherly – A Mão Inteligente de Luís Alves de Matos, uma instalação transmedial de Bruno Ministro e Liliana Vasques, duas performances por Susana Mendes Silva e André Gomes e um jogo de leituras a duas vozes por Américo Rodrigues e José Neves.

Nascida a 8 de maio de 1929 no Porto, Ana Hatherly é diplomada em Cinema pela London Film School, licenciada em  licenciada em Filologia Germânica pela Universidade de Lisboa e doutorada em Estudos Hispânicos pela Universidade da Califórnia. Além de professora catedrática da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e co-fundadora do Instituto de Estudos Portugueses, escreveu inúmeras obras de prosa, poesia e ensaios, tendo conquistado, entre outros, o Grande Prémio de Ensaio Literário APE/PT em 1997 e o Prémio P.E.N. Clube Português de Poesia em 2000. Faleceu a 5 de agosto de 2015, em Lisboa.

 

Mais Artigos
RTP3 Operação Marquês
RTP3 bate máximo do ano no ‘Dia D’ da Operação Marquês