Bones-S11_1117-sc10-PM_0162_hires1_FULL

Bones 11×17: um ataque ao presidente

Sabem aqueles episódios super sérios que, de vez em quando, Bones faz? Com temas políticos e ataques terroristas e gente a morrer? Sim, esta semana foi um desses. O novo episódio, intitulado The Secret in the Service, estreou no canal FOX no dia 26 de maio. Em Portugal, a série Ossos é exibida nesse mesmo canal.

A vítima desta semana é Graham Roberts, membro dos Serviços Secretos. Graham morreu perto de Richmond, onde o presidente dos Estados Unidos deverá estar presente nos próximos dias para uma campanha de recolha de fundos.

Rapidamente surge um contratempo: Booth (David Boreanaz) está fora da investigação graças ao seu “passado suspeito” (o seu elo familiar com um serial killer que existiu há mais de cem anos). Brennan (Temperance Brennan), por seu turno, está em casa doente e parece não conseguir fazer grande coisa. Em seu lugar, assistimos ao regresso de Fisher (Joel David Moore), que é agora um doutor a sério e não mais um estagiário.Bones-S11_1117-sc42-PM_0074_hires1_FULL

Fisher vem em nome dos Serviços Secretos, bem como a agente Marissa Patel, que cria uma parceria com Aubrey (John Boyd) de modo a resolver o caso. O primeiro suspeito é Neil Stockton, um homem também presente em Richmond, que expressara o seu desejo pela morte do presidente através do Twitter. Já que Graham estava encarregue de proteger o presidente, faria todo o sentido matá-lo.

Entretanto, Booth e Brennan estão de volta à investigação, tendo recuperado das suas condições provisórias. Booth inclusive cria uma inimizade com um agente dos Serviços Secretos, Brandt Walker, que parece estar a fazer de tudo para abrandar os procedimentos.

As coisas ficam ainda mais feias quando a equipa do Instituto Jeffersonian descobre que Graham foi morto no seu quarto de hotel, que estava apinhado de agentes dos Serviços Secretos. O assassino sabia certamente a localização dos agentes e os seus horários. A conclusão óbvia é de que o culpado é um dos próprios agentes dos SS.Bones-S11_1117-sc6-PM_0009_hires1_FULL

Isto faz com que o FBI assuma o controlo da investigação, nomeadamente no que toca à chegada do presidente a Richmond. No laboratório, Brennan conclui que o assassino é esquerdino e teve provavelmente um passado na marinha. O agente Walker preenche ambos os requisitos.

No entanto, no meio da multidão, Aubrey avista Stockton. Dá-se uma corrida contra o tempo, até que Stockton dispara sobre o presidente. Walker acaba por levar com o tiro, Booth tiroteia Stockton e vê o agente a morrer nos seus braços. Matar ambos os culpados foi certamente uma boa maneira de resolver o crime.

A última vez que vimos um caso deste género foi na quinta temporada, com o episódio acerca dos restos mortais de J.F.K. Bones sabe certamente jogar com temas políticos, envolvendo fragilidades pessoais dos protagonistas e fazendo-os provar mais uma vez que não se deixam abalar. Comeria facilmente episódios destes ao pequeno-almoço.

NOTA: 8/10

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Amazon e a Juventus juntam-se num novo documentário.
Juventus terá documentário original na Amazon Prime Video