A Taça de Portugal subiu bem alto no top das audiências e levou a TVI ao melhor resultado de 2016. Quase 60% dos telespectadores com televisão ligada viram a vitória do Braga.

A emocionante partida entre o Sporting de Braga e o Futebol Clube do Porto só ficou resolvida com a cobrança de grandes penalidades, mas o melhor resultado foi mesmo para a TVI. 20,8% de audiência média e 57,2% de share, com um pico de 31,6% de audiência média e 68,9% de share nos minutos finais da transmissão.

Foi o terceiro programa mais visto do ano e puxou a TVI para os 29,9% de share diários, melhor quota de mercado alcançada desde janeiro. A SIC ficou com apenas 15,4% e a RTP1 bateu um novo mínimo: 8,5% de share. É a segunda vez este mês que a estação pública bate um recorde negativo.

 

Horário nobre cresce com arrastão de audiência

Os números galáticos da partida de futebol acabaram por dar balanço ao prime-time da TVI, que ficou com um dos melhores scores do ano. O Jornal das 8 pulou para 17,8% de audiência média e 38,7% de share, seguido pela estreia de Masterchef Junior, que registou 14,1% de audiência média e 31,4% de share.

A TVI liderou consecutivamente durante mais de oito horas, com o Diário de Domingo do Love On Top a alcançar também a melhor audiência média do ano – 6,5% com share de 23,7%.

Outros destaques do dia

  • Não Há Crise regressou à SIC e ficou atrás de Masterchef Junior. O programa, apresentado por João Ricardo e Rita Andrade, registou 11% de audiência média e 22,4% de share.
  • A transmissão, às 09h06, do Rally de Portugal na RTP1 registou o melhor share desde o início da prova deste ano: 3,3% de audiência média e 24,4% de quota de mercado. A emissão do meio-dia registou máximo de audiência, com 3,7% de audiência média e 13,7% de share.
  • A Sessão da Tarde da RTP1, com o filme Aprovado, registou o pior resultado do ano: 1,7% de audiência média e 4,5% de share. Competiu ao longo de toda a duração com a final da Taça de Portugal. O Telejornal (3,4% / 7,5%) e O Leão da Estrela (4,3% / 8,9%) também registaram recordes negativos.
  • Os filmes transmitidos pela SIC este domingo seguiram o mesmo caminho e registaram o pior score do ano. Os Smurfs com 4,2% de audiência média e 14,9% de share, O Mascarilha ainda pior: 3,3% de audiência média e 9,1% de share.