A 14.ª edição do Festival Internacional de Tango de Lisboa estará num dos bairros mais típicos da capital de um a cinco de junho. A mítica Voz do Operário abre as portas não só para acolher o evento, como a centena de turistas do mundo inteiro que viaja pela paixão pelo tango argentino.

No arranque do festival, dia um, às 21h, Tango & Fado encontram-se para a abertura de um espetáculo que promete despertar sentimentos.“Tango, um sentimento que se dança, e Fado, um sentimento que se canta, encontram-se mais próximos do que nunca”, lê-se na nota enviada à comunicação social. Festejar-se-à com os bailarinos convidados pelo festival, que estarão acompanhados pela orquestra ao vivo La de Juan D’Arienzo. O cantor argentino Caio Rodriguez e o fadista Pedro Moutinho são os convidados especiais da noite.

Celebra-se património imaterial da humanidade

Todas as noites do festival terão Milongas, assim como nas tardes de sábado e domingo. Para quem gosta dos grandes bailes de tango, nos quais impera a magia do salão e a exímia destreza dos tangueros vindos de todo o mundo. Por outro lado, destacam-se as tardes de workshops, que serão lecionados pelos bailarinos e mestres convidados pelo festival, assim como aulas para todos os níveis.

O ponto do alto no festival está programado para dia três de junho, com Puro Tango, um espetáculo sem artifícios com os melhores intérpretes mundiais de tango argentino. Os pares de bailarinos convidados são Sebastian Achaval e Roxana Suarez, Claudio Villagra e Helena Fernandez, Mariano Otero e Alejandra Heredia, Adrian Ferreyra e Dana Frigoli e Sebastian Jimenez e Nadia Johnson.

aulas

Foto: Gaz Blanco

Para quem nunca experimentou, a Lusitango oferece, em parceria com a EGEAC, aulas de primeiros passos, de 30 de maio a três de junho, de segunda a sexta, às 19h, no Cinema São Jorge.

Para mais informações é possível consultar o programa no site oficial da Lusitango.