Já chegou – e com estrondo – o trailer daquele que promete ser um dos filmes independentes mais polémicos de 2016. Referimo-nos a Swiss Man Army, filme independente que chocou e desassossegou no Festival de Sundance, tendo até havido quem não ficasse na sala para acabar de ver.

Assistindo ao trailer, classificado como red band (desaconselhado a menores de dezoito anos) nos Estados Unidos, torna-se fácil perceber o ‘porquê’ de todo o alarido. O filme conta-nos a história de Hank, um náufrago perdido numa ilha deserta que toma a decisão de se suicidar. Mas chegado o momento de o fazer, Hank é interrompido pela visão inesperada de um cadáver dado à costa. E para sua surpresa, o defunto – que Hank vai baptizar de “Manny” – vai dar estranhos e confusos sinais de vida (desde flatulências a uma erecção permanente), que vão fazer dele não só o companheiro ideal para uma ilha deserta, mas também um heterodoxo instrumento de sobrevivência e potencial salvação.
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=4v92gXetGqA]
Obra de estreia de Daniel Kwan e Daniel Scheinert (conhecidos enquanto equipa por ‘the Daniels’), realizadores responsáveis por videoclips de artistas como a banda The Shins e o cantor Lil Wayne, Swiss Man Army é protagonizado por Paul Dano, que fez parte dos elencos dos filmes Little Miss Sunshine e There Will Be Blood, e por Daniel Radcliffe, o Sr. Feiticeiro que dispensa apresentações.

Não demonstrando receio em usar e abusar do humor negro, o filme fá-lo com resultados que se adivinham, no mínimo, bizarros e que têm dado origem a opiniões profundamente divididas. Contudo, dizem os que por ela foram conquistados que esta pequena/grande surpresa do Festival de Sundance esconde sob a sua capa de extravagância um coração forte e um sub-texto repleto de significados, abordando temas tão universais como o suicídio, o individualismo, a morte e a solidão.

Resta-nos esperar para ver. Swiss Man Army tem estreia marcada para 24 de Junho nos Estados Unidos.