Nashville

Nashville 4×18: as separações são oficiais

Todos sabemos que Nashville é conhecida por colocar as suas personagens em toda a espécie de drama e esta semana os nossos protagonistas certamente não foram poupados. O novo episódio, intitulado The Trouble With The Truth, estreou no canal ABC no dia 4 de maio.

Rayna (Connie Britton) e Deacon (Charles Esten) preparam-se para ir a tribunal enfrentar o caso de emancipação da sua filha Maddie (Lennon Stella). O caso parece ficar negro quando a jovem aparece acompanhada por Cash (Jessy Schram) e Frankie (Mark Collie). Novidades acerca deste assunto mais adiante.

Depois de finalmente se terem reconciliado, Scarlett (Clare Bowen) e Gunnar (Sam Palladio) lidam agora com os seus sentimentos. Tudo parece estar a correr às mil maravilhas até a dupla se apresentar para uma entrevista com a Rolling Stone. A entrevista ganha um teor pessoal e o casal apercebe-se de que olham para o seu passado em conjunto de maneiras distintas, pondo novamente a sua relação em risco.Nashville

Isto é certamente uma desculpa para agitar as coisas, pois o público esperou quase três temporadas para que estes dois voltassem um para outro. Agora que finalmente o fizeram, é impossível separarem-se logo a seguir. Ou pelo menos é o que espero.

Do outro lado da cidade, a carreira de Will (Chris Carmack) parece estar a ir novamente por água abaixo quando uma estação televisiva defende os chamados “valores americanos” e critica Will por basear a sua imagem no fato de ser homossexual. Luke (Will Chase), contudo, tem algo a dizer relativamente ao assunto.

Numa entrevista televisiva, Luke defende Will com unhas e dentes, mas a emissão é interrompida antes de ele terminar o discurso. Quando o carro de Will é vandalizado com todo o tipo de insultos, o artista percebe que este é apenas o começo de um caminho difícil. O drama da sexualidade de Will já está a ficar um pouco gasto, confesso. E estamos em 2016. Será que esta história é assim tão realista?Nashville

As coisas para Juliette (Hayden Panettiere) também não estão fáceis. A protagonista percebe finalmente que Avery (Jonathan Jackson) e Layla (Aubrey Peebles) estão juntos, nomeadamente quando escuta uma conversa entre ambos na qual eles decidem levar a sua relação avante.

A reação de Juliette, no entanto, é inesperada e prova que ela, de fato, recuperou da sua depressão. A artista decide confessar a verdade a Layla acerca da morte de Jeff (Oliver Hudson), dirigindo-se também a Avery para lhe dar a sua bênção acerca do sucedido. Lavada em lágrimas, Juliette entra em palco para mais um dos seus espetáculos.

Esta é uma daquelas cenas que me recorda que Juliette é das personagens mais complexas e interessantes que já conheci, sendo certamente a estrela desta série.Nashville

De volta ao julgamento, Maddie apercebe-se que o caso está difícil para o seu lado e decide puxar um truque que tem guardado na manga: com a ajuda de Frankie, relata todo o passado de álcool e abusos de Deacon, retratando-se como um péssimo pai e uma pessoa perigosa.

Deacon, apercebendo-se do sucedido, dirige-se a Frankie nessa mesma noite e ambos acabam a cena numa luta altamente violenta. Isto é o suficiente para o drama final do episódio: Deacon é preso e a juíza concede finalmente a emancipação a Maddie.

Com o final da temporada de Nashville cada vez mais próximo, começo a temer pelo futuro destas personagens. Juliette merece estar com Avery e toda a gente o sabe. Maddie precisa de um bom par de chapadas e regressar a casa. Gunnar e Scarlett precisam de pôr as infantilidades de lado e assumir a relação. Se esta quarta temporada terminar com todos estes assuntos por resolver, certamente será um final frustrante. Resta esperar para ver.

NOTA: 8/10

Mais Artigos
‘O Grande Gatsby’ ganha nova adaptação em filme de animação